Rui não vai disputar governo, mas avisa: “o Jogo está aberto”
   2 de abril de 2014   │     15:24  │  0

O prefeito de Maceió confessa que foi sondado por mais uma vez Teotonio Vilela Filho para disputar o governo nas eleições deste ano. “Eu expliquei ao governador que não poderia disputar nada este ano porque tenho muito ainda o que fazer na prefeitura”, pondera.

Depois dos seus argumentos, Rui diz que o governador não tocou mais na questão, mas o prefeito reconhece que existe uma “pressão nacional” para viabilizar um palanque do PSDB nacional em Alagoas.

Em função dessa pressão pró-Aécio Neves, Rui Palmeira reconhece que tudo pode acontecer: “o jogo está aberto. O PSDB pode até lançar um nome em Alagoas, mas eu defendo que se isso acontecer seja um nome competitivo, capaz de ganhar a eleição. Mas nesse momento reconheço que qualquer um pode ser candidato, existem muitas possibilidades ”, adianta.

Para o prefeito, o melhor caminho é a unificação: “sou contra ter dois ou três chapas. Dizem que isso funcionou na minha eleição, mas cada eleição é diferente. Acho que agora o melhor é unir, escolher um nome. Quanto ao PSDB, se não tiver um candidato ao governo, Aécio terá apoio do governador, do prefeito da capital e de muitos prefeitos do interior. Creio que como Alagoas tem um pequeno colégio eleitoral comparado ao Brasil, será possível acomodar  o apoio a Aécio mesmo que os candidatos majoritários sejam de outros partidos”, pontua.