Cessão de servidores da ALE vira ‘tempestade em copo d’água’
   14 de abril de 2014   │     19:20  │  2

Será perseguição política? Vingança? O que está por trás de servidores do Poder Legislativo de Alagoas para o Executivo? Pode ser tudo isso ou simplesmente o “desejo” de alguns servidores de continuar do jeito que estão: sem trabalhar.

Para o presidente da Assembleia Legislativa a repercussão dada a lista com os nomes de 300 servidores que serão cedidos foi desproporcional: “estão fazendo tempestade em copo d’água”, pontuou.

Apesar de considerar que a medida é administrativa e está dentro da legalidade, Fernando Toledo recomendou, em reunião da mesa diretora realizada nesta segunda-feira, 14, a revogação da portaria publicada no Diário Oficial do Estado na última semana.

“Entre os nomes existem casos de aposentados, de pessoas que estão efetivamente trabalhando e também servidores já cedidos em outros convênios. São menos de dez casos como estes em meio a uma listagem com 300 nomes, mas decidimos revogar a lista para evitar a exploração do fato. A nova lista será publicada nos próximos dias e eu vou acompanhar pessoalmente sua elaboração”, aponta Toledo.

O procurador Geral da Assembleia, Diógenes Tenório Junior reagiu com tranqüilidade a repercussão: “cada um diz o que quer. Qualquer decisão pode ser questionada, mas é importante lembrar que a decisão tomada pela Assembleia Legislativa é correta. Como empregador, o Poder pode determinar o local onde seus empregados vão trabalhar. Não há nada de errado com isso. A grande pergunta que fica é porque alguns ficaram tão aperreados? Será medo de trabalhar? Porque se presta o serviço aqui vai prestar do mesmo jeito em outro local”, questiona.

Em nota publicada no site da Assembleia Legislativa, a mesa diretora comunica a revogação da portaria:

Mesa Diretora revoga portaria e fará readequação da lista

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa se reuniu, na tarde desta segunda-feira, 14, para examinar qual medida tomar em virtude da publicação da lista de 300 servidores do Legislativo que serão cedidos ao governo do Estado. Ficou decidido que o ato oficial será revogado, para uma readequação da lista, com o objetivo de levar em consideração os servidores que realmente exercem suas funções na Casa. A revogação será publicada na edição do Diário Óficial desta quarta-feira.

O presidente do Legislativo, deputado Fernando Toledo (PSDB), explicou que a revisão será feita até mesmo para identificar servidores que já estavam cedidos e que também constam na lista publicada na versão online do Diário Oficial do Estado desta segunda. “Tão logo tivermos concluído essa lista, faremos a republicação por meio oficial”, explicou Toledo ao final da reunião, garantindo maior critério na composição dos nomes.

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Abelardo

    Olha não tem nada de errado se não tivesse mais de 500 servidores encostados nos gabinetes protegidos por seus padrinhos políticos, se também não tivesse empresários já financeiramente alforriados e mesmo assim recebem da ALE, se não tivesse pessoas como já foi noticiado morando em outros Estados e Países recebendo pela ALE. A quem possa interessar, antes de colocarem os que realmente estão no dia a dia da casa trabalhando à disposição de outros órgãos que se coloque quem não dão nenhum dia de serviço na ALE e recebem na maioria das vezes o dobro de quem trabalha, e tem mais,se por um caso alegarem economia no Poder Legislativo a lei diz que primeiro vão para a guilhotina os comissionados e só depois poderia vir medidas contra os efetivos e mesmo assim seria demitido quem não trabalha e o Sindicato e associação sabem quem são. Realmente meu caro Edivaldo não teria problema algum trabalhar no executivo até porque já trabalhamos mesmo, agora não se pode é proteger MALANDROS DE COSTAS LARGAS E QUENTES, colocando a disposição com a PECHA DE MALANDRO QUEM TRABALHA,AÍ MEU CARO.

  2. Alari Romariz Torres

    O PRESIDENTE DO LEGISLATIVO FOI MUITO MAL ASSESSORADO E PUBLICOU UMA LISTA EIVADA DE CONTRADIÇÕES, PREJUDICANDO COMPANHEIROS QUE LEVAM O LEGISLATIVO NAS COSTAS HÁ MUITOS ANOS. NÃO SABEMOS QUEM FOI O AUTOR DA LISTA, MAS ELE É QUE MERECE UM BOM CASTIGO : IR TRABALHAR NA CADEIA. OS COMPANHEIROS INJUSTIÇADOS TÊM TODO APOIO DA VELHA LOUCA, COMO ME CHAMAM OS DEPUTADOS. É MELHOR SER LOUCA DO QUE DESVIAR DINHEIRO PÚBLICO, ALIÁS O VERDADEIRO FOCO DA QUESTÃO. DEUS EXISTE. NÃO DUVIDEM.

Comments are closed.