Entre Téo e Biu: PSB pode mudar cenário no grupo do governo
   21 de abril de 2014   │     16:16  │  3

A candidatura de Alexandre Toledo, PSB, ao governo de Alagoas está posta. O maior objetivo é, como ele próprio admite, garantir um “palanque forte” para Eduardo Campos no estado.

E é exatamente por conta desse detalhe – do “palanque forte” – que o quadro pode mudar completamente nos próximos dias. Os socialistas não querem correr o risco do  isolamento e reabriram as conversas com os outros palanques da base do governo: o de Benedito de Lira (PP) e 0 de Eduardo Tavares (PSDB).

Toledo admite que conversou, na última semana, com Benedito de Lira.  Eu quis saber se existe possibilidade de uma  aliança com o PP  e o pré-candidato do PSB desconversou: “minha candidatura está mantida, mas nada impede que a gente converse com outros partidos da base do governo”, aponta.

Alexandre Toledo aproveitou para instigar jornalistas e blogueiros: “todo mundo pergunta se eu sou candidato, mas porque não perguntam ao Renanzinho, que nunca disse que é candidato. E porque também não falam do Zé Wanderley que saiu do governo a tempo de ser candidato este ano?”.

“Não tem nada fechado”

A presidente do PSB em Alagoas, Kátia Born, confirma que o partido está conversando oficialmente com o PSDB de Téo Vilela e com o PP de Benedito de Lira.  Existe sim, portanto, a  possibilidade de fechar aliança, mas nada será decidido agora.

“Não tem nada fechado. Essas conversas serão concluídas até o final do mês ou no máximo no início de maio. Todo mundo está conversando com todo mundo dentro da base do governo”, admite Kátia Born.

O resultado de todas essas conversas, acredita a presidente do PSB, mas será a fusão dos três palanques que ainda existem na base do governo em dois: “acredito que vamos ficar no máximo com dois palanques”, avalia Kátia Born.

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Edilberto

    PSB sempre em cima do muro esperando para que lado pule para poder negociar uma secretaria e um órgão da administração indireta.

  2. RAFAELA-ANALISTA POLITICO

    O candidato Alexandre Toledo tem que aterrissar no nosso Estado de Alagoas, O candidato Eduardo Campos se vier a Alagoas, vai ser no Máximo uma vez, por isso Alexandre der mais valor a sua campanha e faça uma dobradinha com o Benedito de Lira, pois assim estará salvando o PSB/AL e sua candidatura.

Comments are closed.