Falência: juiz troca administrador judicial do Grupo João Lyra
   23 de abril de 2014   │     19:15  │  6

O juiz da comarca de Coruripe, Mauro Baldini, acatou pedido de  renúncia do administrador judicial  da massa falida da Laginha Agro Industrial S/A, holding que controla as cinco usinas e as outras empresas do Grupo  João Lyra.

Para o lugar de Ademar Amorim Fiel o juiz nomeou o advogado Carlos Franco, que já era integrante do conselho gestor da massa falida.

O pedido de renúncia foi apresentado nesta terça-feira. Ademar Fiel alegou “razões pessoais” para a sua renúncia.

A nomeação do novo administrador da massa  falida, já publicada no site do TJ/Alagoas, é confirmada pela assessoria do empresário João Lyra que nega, ao  mesmo tempo, que tenha existido qualquer indisposição ou desentendimento dele com Ademar Fiel.

“Ao contrário, o dr João está tranquilo e colaborando completamente com a Justiça”, pondera  um assessor.

A expectativa de João Lyra, agora é com o julgamento de recursos no TJ/AL: “O que ele espera é que a Justiça de Alagoas decida o quanto antes se  acata ou não seus recursos ou se encaminha o pedido (de anulação do decreto de  falência) para o STJ”,emenda o assessor.

O clima no grupo no entanto, segundo informou um funcionário, não seria tão tranquilo assim: “existe uma pressão sobre o administrador judicial e por isso o Ademar Fiel renunciou. O novo juiz de Coruripe no entanto está determinado a fazer cumprir a lei”.

A seguir, o teor da decisão do juiz Mauro Baldini,  de Coruripe:

“Trata-se de pedido de renúncia do Administrador Judicial/gestor das atividades provisórias da MASSA FALIDA DA LAGINHA AGRO INDUSTRIAL S/A, Sr. Ademar de Amorim Fiel ( fls. 17997/17998), por motivos particulares. DEFIRO O PEDIDO, nomeando para o cargo de Administrador Judicial/Gestor das atividades provisórias da MASSA FALIDA DA LAGINHA AGRO INDUSTRIAL S/A o Sr. CARLOS BENEDITO LIMA FRANCO DOS SANTOS , OAB/BA 15.784, já qualificado nos autos. Providencie-se a lavratura do Termo de Compromisso nos termos da Lei 11101/2005. Intime-se o Sr. Ademar de Amorim Fiel para observar o disposto no art. 22, III, “q” e “r” da Lei 1101/2005. Expeça-se o necessário. Coruripe , 23 de abril de 2014. Mauro Baldini Juiz(a) de Direito”

COMENTÁRIOS
6

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. comercial lorena ltda

    preciso saber se vamos receber a quantia devida por esse grupo JL,e quando vai ser esse pagamento.

  2. CHRISTIANE

    ESSE JOAO LYRA JA GANHOU TODOS NA CONVERSA ELE E O REI VAMOS VER SE EXISTE ALGUM HOMEM NESSE MUNDO QUE PASSA ENCIMA DESSE HOMEM NE A JUSTISSA E CAPAZ DE ATRAVERSSAR A DECISAO DE ISSO E TUDO PAPO FURADO TEM UMA AUDIENCIA 05.06.2014 EM ITUIUTABA JUSTISSA DO TRABALHO VAMOS VER QUE VAI VENCER E ELE TENHO CERTESA

  3. mineirosofredor

    É uma situação terrível, o que vem acontecendo em MG, e a justiça é lenta. Enquanto isso, centenas de famílias estão em situação de quase miséria.Pra falar a verdade eu não confio na justiça de Alagoas, são todos farinha do mesmo saco!!!!E o JL, provavelmente será eleito nas próximas eleições!

  4. andreia

    Olha a situação está se agravando cada vez mais reuniões estão acontecendo sempre mais resultados ninguém vem fala para os trabalhadores, pessoas passando fome, financiamentos que muitos fizeram pra adquirir suas casa própria que está ficando sem pagar por falta de pagamento e ai vem falando que a deu massa falida isso e uma pouca vergonha e como vai ficar a situação desses trabalhadores que estão sem receber há 5 meses isso tem que ser resolvido o mais rápido possível porque para que todos possa tem uma vida digna eu não trabalho na usina mais vejo o que está acontecendo com os trabalhadores

  5. alagoano sofrendo em minas

    sr.juiz agente quer que vcs resolva logo a nossa situação nos trabalhadores temos filhos e precisamos comer porque já faz 4 meses de espera por esse salarios atrazados decimo e ferias e agora já que estamos demitidos queremos nossos acertos pra nos ir fazer nossas vidas.

  6. igor

    Esse sr. ademar não fez nada ater agora só quis mesmo foi pegar os 25 mil e os trabalhadores é quem fica sofrendo só vendo essa novela que não se resolve a justiça e esse joão lira já virou motivo ater de piadas aqui em minas gerais tudo que o povo falar aqui quando um time perde a piada é tá pior do q o grupo joão lira e o juiz nunca fazem nada é só enganando os coitados dos trabalhadores ater agora é só conversa e os pobres passando fome aqui pelas ruas de capinopolis isso é uma vergonha nacional pra um pais da copa ater agora quem manda no brasil é o joão lira

Comments are closed.