Fireman diz que Ciro Gomes perde ‘controle e compostura’ e age de forma irresponsável
   12 de maio de 2014   │     15:37  │  0

O ex-secretário de Infraestrutura do governo de Alagoas passou parte da última semana em Brasília, a convide do líder do PROS na Câmara Federal, Givaldo Carimbão.  Marcos Fireman é – ou era – um dos nomes que o partido iria indicar para o Ministério da Integração, no lugar do ministro Francisco Teixeira.

O problema é que Teixeira é cearense e teria ligações com a família Gomes, que mesmo não assumindo sua indicação, é contra a troca.

A reação ficou por conta das declarações do ex-ministro Ciro Gomes, irmão do governador do Ceará, Cid Gomes, ambos do PROS.

Em nota enviada a este blog, Marcos Fireman reagiu duramente às acusações:

“Não entendo como um político importante em momentos de dificuldades perde o controle e a compostura agindo de forma irresponsável para justificar seus interesses. Quanto a mim, a minha história fala por si só, são mais de 30 anos de trabalho honesto e respeitado”.

Fireman disse ainda que lamenta que um político como Ciro, “pode entender que o seu poder lhe dá o direito de denegrir a honra de uma pessoa que não conhece”