Eduardo pode emplacar como candidato tucano ao Senado
   8 de julho de 2014   │     14:43  │  0

Professor, cientista político e muito bem relacionado em todos os meios, a escolha de Eduardo Magalhães para concorrer ao Senado pelo PSDB – ainda que em caráter provisório – agradou vários segmentos.

Mesmo sem tradição eleitoral, Magalhães tem trânsito no meio político e na imprensa e poderia ser, de fato, o candidato tucano ao Senado em Alagoas.

Claro que a essa altura – com Fernando Collor na frente nas pesquisas, seguido por Heloisa em segundo lugar e com Omar Coêlho entrando “pelo meio” – nem Magalhães ou qualquer outro nome tucano teria condições de entrar na briga pra valer.

O que se comenta no “ninho tucano”, no entanto, é que a candidatura de Magalhães foi apresentada apenas para cumprir as formalidades, enquanto o PSDB busca outro nome mais competitivo.

Apresentar mais um nome poderia levar ainda mais desgaste para o PSDB e Téo Vilela, avaliam alguns “analistas” políticos alagoanos.

Pelo meio   

O candidato ao Senado do DEM, Omar Coêlho, avisou ontem que está na briga pra valer. Ele se considera um candidato de centro e vai trabalhar para ganhar de Collor e Heloisa. A tarefa, reconhece, é difícil – mas não impossível, avalia Omar, que pelo menos em alguns segmentos da sociedade pode sim ter muitos votos.