Nota oficial do Tribunal de Contas de Alagoas
   17 de julho de 2014   │     19:11  │  4

No final da tarde desta quinta-feira, 17, o Tribunal de Contas do Estado de Alagoas  emitiu nota oficial respondendo a acusações feitas pelo deputado federal João Caldas, SD-AL, sobre a  transformação da instituição em um suposto comitê eleitoral. Como blog  já havia adiantado, o presidente do TC nega as  acusações. A seguir a nota, na íntegra:

Nota oficial

O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, conselheiro Cícero Amélio da Silva, diante de algumas declarações, irresponsáveis, atribuídas ao suplente de deputado federal, João Caldas, veiculadas por setores da imprensa alagoana, torna público o seguinte:

– Determinou que sejam tomadas, de imediato, as providências cabíveis e necessárias no sentido de representar contra o citado suplente obrigando-o a provar o que, de forma leviana, alude conhecer;

– A representação mencionada deverá acontecer no âmbito da Justiça e perante, também, a Câmara dos Deputados, em Brasília.
 
Maceió, 17 de julho de 2014
 
Cícero Amélio da Silva
Presidente
 

COMENTÁRIOS
4

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. eduardo

    Não tenho nada a ver com a briga dos dois tudo farinha do mesmo saco. mas em parte jc estar certo pois a prefeitura de são luis do quitunde estar sendo administrada pelo sobrinho do cicero Amélio. de nome Toinho junto com um dos maiores passador de cheque sem fundo bruno gama.o prefeito Eraldo pedro não tem autoridade para manda em nada. ate para o filho do prefeito ser atendido tem quer esperar o bruno engana. todos da secretarias de educação,saúde,administração,ação social e secretaria de finanças são todos de maceió. a prefeitura tirou todos os ônibus quer transportava alunos para faculdade e colocaram os ônibus de um amigo do Cicero Amélio de nome panda. o prefeito Eraldo chegou ao ponto de em uma mesa de um restaurante pedir ao Toinho dinheiro para viajar para juazeiro quer ele estava sem nenhum centavo ao ponto do toinho lhe oferecer $-10.000,00.

  2. carlos

    Breve sairá na imprensa nacional sobre os diretores que assaltaram 100 milhões e que estão soltos e recebendo salário.

Comments are closed.