Renan Filho quer trabalhar junto dos prefeitos para mudar AL
   1 de setembro de 2014   │     20:08  │  0

O candidato do PMDB ao governo foi o quarto a falar na sabatina promovida pela Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), nesta segunda-feira,1º.  Renan Filho apresentou o seu plano de governo e projetos que espera desenvolver em parceria com os prefeitos: “Vamos investir no ensino profissionalizante e batalhar para ter 25 Institutos Federais de Educação (Ifal) em Alagoas; oferecendo ainda o ensino integral profissional, com cursos na própria escola”.

Em texto enviado por sua assessoria, Renan Filho disse ainda que vai trabalhar junto com os prefeitos “para mudar Alagoas”.

Veja na íntegra o texto da assessoria de Renan Filho:

Renan Filho quer governar junto dos prefeitos

 “Ninguém vai mudar Alagoas sozinho. Vamos trabalhar juntos e com os prefeitos para mudar Alagoas”. A frase de Renan Filho resumiu o sentimento que ele passou no início da tarde desta segunda-feira, 1º, durante a ‘Conversa com os Candidatos’, promovida pela Associação dos Municípios Alagoanos (AMA). O candidato a governador pela coligação Com o povo pra Alagoas Mudar fechou a série.

O auditório do Centro de Convenções de Maceió ficou lotado com prefeitos que apoiam as ideias de mudança que Renan Filho representa. Muito a vontade, como ex-membro da AMA, Renan Filho inicialmente, falou sobre o seu projeto ‘Saúde de Portas Abertas’, que colocará para funcionar os hospitais regionais para funcionar, injetando mais recursos nos atuais programas estratégicos de incentivos financeiros para a saúde estadual.

Em meio aos aplausos dos prefeitos presentes, Renan Filho ressaltou que a relação com a classe será estadista, governando juntos aos prefeitos, não apenas repassando em dia os recursos estaduais [ICMS], como também não transferindo a responsabilidade do Estado para os municípios sem transferir os recursos.

 “Ninguém vai mudar Alagoas sozinho, vamos trabalhar junto aos prefeitos para mudar Alagoas”, encaixou o candidato que um dia já foi prefeito e sabe como é a realidade de administrar uma prefeitura.

Ainda sobre as atribuições compartilhadas, ele compreende que caso o município esteja no Cauc seria interessante que o Estado, recebendo o recurso, ele mesmo deveria realizar a obra que a população precisa. Entretanto, “elencando as prioridades do alagoano, o Estado terá que fazer, pagar pelo projeto e fazer a obra, caso o município fique impossibilitado”.

Na Educação, o peemedebista demandou mais tempo para falar o que pensa. Ele confirmou que vai valorizar e capacitar o professor para que ele se sinta parte do processo de melhoria do serviço público. Renan Filho defende uma evolução na educação básica e uma revolução no ensino médio. “Vamos investir no ensino profissionalizante e batalhar para ter 25 Institutos Federais de Educação (Ifal) em Alagoas; oferecendo ainda o ensino integral profissional, com cursos na própria escola”, destacou.

Renan Filho adiantou que o seu plano para o segmento da segurança pública – o Programa Alagoas Contra o Crime – vai focar no trabalho de prevenção e repressão. “Vamos chamar a responsabilidade para o governo do Estado; sobretudo, vamos reestruturar o aparato da segurança pública do Estado, que é, na verdade, melhorar a estrutura de delegacias, grupamentos militares, viaturas. O efetivo das policias será aumentado, para depois integrá-las, porque não? Vamos tentar integrar Polícia Militar e Polícia Civil efetivamente”, disse Renan Filho dizendo que o governo precisa é de foco.

Por fim, a pergunta surpresa da sabatina abordou a agricultura familiar como tema central. É indispensável, para ele, o debate sobre o bom uso da água, tanto do Canal do Sertão, como o Rio São Francisco, para privilegiar a agricultura familiar e em seguida, o agronegócio. “A agricultura familiar é fundamental para podermos enfrentar os graves índices de miséria e violência, por exemplo. O setor será incentivado e terá condições para crescer, e melhorar a distribuição de renda nos municípios”, completou Renan Filho.

renan filho na ama