Biu resiste em aceitar derrota e fará ‘oposição construtiva’
   7 de outubro de 2014   │     17:58  │  0

O atual governador teve uma atitude politicamente correta. Logo após a apuração, Teotonio Vilela Filho ligou para Renan Filho para parabenizá-lo e se colocou à disposição do governador eleito. Dele não poderia se esperar outra coisa. Em que pese as divergências, Vilela sempre buscou o caminho do diálogo.

Já o senador Benedito de Lira, que perdeu a eleição para o governo de Alagoas, parece que ainda não entendeu o resultado das urnas, nem o recado das ruas. Biu continua resistindo em admitir a derrota.

Na entrevista coletiva que fez nesta segunda-feira, 6,  Biu parecia que ainda estava em campanha e prometeu fazer uma “oposição construtiva” (alguém sabe o que é isso?) ao futuro governo. A pergunta é: Dele poderia se esperar outra coisa?

Na coletiva, registrada pela imprensa, Benedito de Lira estava acompanhado da presidente do PSB de Alagoas, Kátia Born, do deputado federal reeleito Arthur Lira e do vice-prefeito de Maceió, Marcelo Palmeira.

Veja algumas frases mais fortes do senador na coletiva:

“Desejo que ele (Renan Filho) cumpra as suas promessas de campanha”.

“Faremos uma oposição construtiva. Não oposição por oposição, ou para barganhar”.

“A gente ganha e perde. É um jogo. E todos nós temos consciência do jogo bem jogado”.

“Conheço Alagoas muito bem e desejava fazer a diferença, cuidar melhor de nosso povo. Por isso quis ser governador de nosso Estado. Eu sabia que não seria fácil, nada é”.

“Agradeço aos alagoanos que confiaram seus votos a mim. Foram mais de 400 mil votos de coração, pensando no desenvolvimento de Alagoas”.

“Independente de quem esteja no governo, vou seguir trabalhando por Alagoas, pois o meu compromisso é com a população”.

“A vontade do povo tem de ser respeitada”.

Biu durante coletiva (reprodução TV).

Biu durante coletiva (reprodução TV).