Escancarado: eleitores de Alagoas vendem votos até pelo Facebook
   12 de outubro de 2014   │     19:21  │  2

No passado alguns eleitores votavam por medo. O voto ia para quem o “coronel” escolhesse. O Brasil mudou, os coronéis políticos não metem mais medo, o eleitor tem plena liberdade para votar em quem quiser, mas muitos preferem aproveitar o momento da eleição para tirar alguma vantagem.

É difícil saber quem começou o comércio de votos no Brasil, mais forte em regiões mais pobres, como o Nordeste. Mas a tradição por aqui que era a de trocar o voto por algum favor, “evoluiu”. Agora os eleitores que transformaram seu voto em produto não querem saber mais de promessas ou compromissos.

Em Alagoas, segundo informações nos meios políticos, o voto foi tabelado em R$ 100, num esquema que envolve do eleitor ao candidato, passando por coordenadores de cadastro e cabos eleitorais. Dependo do lugar e do momento, o voto saiu por menos ou por mais.

A venda do voto, um negócio que normalmente era feito na “surdina”, para tentar evitar complicações para vendedores e compradores, foi tão escancarada que teve eleitor ofertando o “produto” até pelo Facebook.

Um candidato a deputado estadual de Alagoas ficou surpreso com a “cara de pau” de alguns eleitores que estão oferecendo votos em troca de dinheiro ou de outros favores.

Além de propostas presenciais, esse candidato – um dos poucos que  foi eleito sem entrar nesse mercado – muitas ofertas de votos pelas redes sociais, especialmente pelo Facebook.

Depois de encerrada á eleição, o candidato chegou à conclusão de que em Alagoas a “venda” de votos é muito mais forte do que a “compra”: “aqui alguns eleitores tentar vender ou trocar  voto de qualquer jeito, mesmo sabendo que é um crime. Eu estou realmente surpreso. Agora dá porque certos políticos são eleitos”.

O deputado mandou para o blog algumas mensagens que recebeu, tomando o cuidado de identificar os “comerciantes”. Ele também prefere não se identificar para evitar polêmicas: “não quero me promover com isso. Quero apenas que as pessoas reflitam sobre a importância de votar com consciência, procurando escolher as melhores propostas e os melhores candidatos”, aponta.

pedidos votos facebook1

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. chico amorim

    No dia da eleição era muito fácil identificar os vendedores de votos, bastava para isso ficar próximo ou dentro do local de votação e acompanhar a quantidade de pessoas com aqueles demoniados adesivos no peito, chegando com o sirrizo escancarado na boca e a consciência do dever cumprido. A grana já havia sido paga pelos intermediários no dia anterior. Como para presidente é difícil a intermediação de compra e venda de votos com certeza nossos olhos não serão poluídos com tantas porcaria visíveis a não ser daqueles que buscam manter ou adquirir um cargo ou seja o que tem como profissão ser o eterno cabo eleitora. Esse é, infelizmente nosso Brasil!

  2. eleitor consciente

    Dar vergonha de ser alagoano, é por essas e outras que os sulistas botam pocando em nós. Cada nação tem seus governantes que merecem! Povo corrupto merece políticos corruptos e ladrões do dinheiro público.

Comments are closed.