Sob penas da Lei: MPT notifica presidente do Senac por falta em audiência
   14 de outubro de 2014   │     17:58  │  0

O Ministério Público do Trabalho em Alagoas deveria realizar audiência de conciliação entre gestores do Senac/AL  e o Senalba, sindicato que representa mais de dez mil trabalhadores em Alagoas, incluindo funcionários do sistema S.

O presidente do sistema Fecomércio/Senac/AL, Wilton  Malta, é acusado de improbidade administrativa, de assédio  moral e de perseguição da dirigentes do Senalba.

Marcada para essa segunda-feira, 13, pela manhã, a audiência foi adiada  para o dia 10 de novembro, porque o Senac não mandou representantes.

O procurador do Trabalho Rodrigo de Alencar confirmou em documento presença da presidente do Senalba, Ivanilda de Carvalho e registrou: “aberta a audiência foi constatado que os representantes do Senac, não compareceram a despeito da certidão nos autos”. Para a nova audiência o procurador mandou notificar pessoalmente o presidente do Senac (Wilton Malta), “sob as penas da lei”.

A diretoria do Senalba enviou cópia do documento expedido pelo MPT.

ata audiência senac