Téo Vilela mobiliza setor produtivo de AL na campanha de Aécio
   15 de outubro de 2014   │     23:11  │  0

Teotonio Vilela Filho assumiu, de vez, o comando da campanha de Aécio Neves em Alagoas. Depois de participar de uma carreata no sábado passado, 11, o governador mobilizou líderes do setor produtivo num almoço de adesão realizado nesta quarta-feira, 11, num restaurante de Maceió.

A mobilização tem o objetivo de aumentar a campanha de rua e a propaganda de Aécio Neves em Alagoas, reforçando a distribuição de adesivos, furadinhos e de bandeiras pelas ruas da capital e do interior.

A novidade no almoço de adesão ficou por conta da reunificação da base do governo, rachada nas no primeiro turno das eleições.

Ao lado de Vilela estavam nomes conhecidos no ninho tucano, a exemplo do presidente do PSDB de Maceió, Marcos Fireman, que foi um dos coordenadores da campanha do candidato derrotado ao governo, Benedito de Lira.

O vice governador, José Thomaz Nonô, que também apoiou Benedito de Lira e não era  visto publicamente com Vilela há muitos e muitos dias também estava no almoço.

Nonô que coordena a campanha de Aécio no Nordeste está confiante na vitória do tucano, tanto quanto Téo Vilela, que registrou na sua página no Facebook: “Setor produtivo e profissionais liberais de Alagoas unidos na campanha de #Aécio45. Hoje, fizemos um almoço de adesão, onde compartilhamos sobretudo a esperança em um Brasil novo”.

Nonô  também  usou o Facebook para falar do encontro: “Participei de mais uma reunião com empresários alagoanos. Fico feliz em ver tantas adesões espontâneas e a vontade de dar gás à campanha de Aécio Neves. O projeto de governo de Aécio nos dá perspectiva de melhora sensível. Vamos ganhar essa eleição porque temos a melhor proposta, o melhor candidato! #MudaBrasil #Aécio45 #AécioNeves”.

"Separados" no primeiro turno, Téo Vilela, Thomaz Nonô, Geminiano Jurema, Marcos Fireman e Pedro Vilela se unem para apoiar Aécio Neves.

“Separados” no primeiro turno, Téo Vilela, Thomaz Nonô, Geminiano Jurema, Marcos Fireman e Pedro Vilela se unem para apoiar Aécio Neves.