Téo e Renan Filho decidem, juntos, ações que terão continuidade em 2015
   11 de novembro de 2014   │     20:08  │  0

O governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) e o seu sucessor, o governador eleito, Renan Filho (PMDB), passaram a ter um contato mais próximos desde as eleições de 5 outubro. A aproximação aumentou, até por força da rotina do serviço, depois do começo dos trabalhos da transição, iniciados na segunda-feira, 3 de novembro.

O que une os dois governadores, no momento, além da “transição republicana”, são projetos e ações consideradas estratégicas no atual governo e que terão continuidade na próxima gestão.

“Desde o início da transição combinei com o Renan Filho que iria tratar diretamente com ele dessas ações. Creio que é importante deixá-lo ciente não apenas das obras, mas também dos serviços e ações que estão em execução e que terão continuidade no próximo ano”, disse Téo Vilela, por telefone.

Que ações são essas? O atual governador não dá maiores informações, até porque algumas questões envolvem temas como segurança, finanças e gestão de pessoal.

Mas, ao ser questionado pelo blog, ele confirmou que uma das questões que tratou com Renan Filho foi a continuidade do programa de atração de indústrias para o Estado. Recentemente algumas empresas reclamaram da excessiva demora da prefeitura de Marechal Deodoro na expedição de alvarás e outros documentos que poderiam comprometer a instalação ou permanências de indústrias no Polo Multifabril, instalado no município.

Téo Vilela confirmou que teve uma reunião com Renan Filho, com a secretária Poliana Santana, da Seplande e com o prefeito Cristiano Matheus: “a questão foi resolvida. Chegamos a um entendimento satisfatório”, enfatizou. Subentende-se,portanto,que a prefeitura deve voltar a dar andamento nos processos  que segundo dirigentes do setor industrial estavam “engavetados” na prefeitura da cidade.

Até 31 de dezembro, quando termina seu governo, Vilela garante que vai tratar de questões como essa “a quatro mãos”, com Renan Filho.