Renan Filho assume comando dos trabalhos da transição
   13 de novembro de 2014   │     21:09  │  0

O governador eleito, assumiu, o comando dos trabalhos da transição. Renan Filho  cancelou a agenda em Brasília essa semana para acompanhar as apresentações de dados e informações sobre a estrutura do governo, em Maceió.

Na prática Renan Filho tem atuado como coordenador da transição, mas sem tirar funções dos outros integrantes da equipe, especialmente do vice-governador eleito e coordenador da transição, Luciano Barbosa.

O governador eleito consegue demonstrar desde já que, ao contrário do que diziam seus adversários na campanha, será dele toda a iniciativa e responsabilidade pela condução do governo.

Ao participar diretamente do trabalho da transição, o governador eleito começa a mostrar um pouco como será seu governo.

Depois de participar, no começo da semana, de reunião da transição com o governador eleito, uma servidora observou que “ele sabe fazer perguntas, parece entender de tudo”. Essa aliás tem sido a impressão de vários outros integrantes da equipe do atual governo.

O próprio Téo Vilela voltou a reforçar, essa semana, a opinião que tem do seu sucessor: “ele chega para as reuniões da transição bem preparado, sabendo de tudo, de todos os números. Acredito que ele tem estudado muito  todos os documentos, todas as informações e dados que passamos para sua equipe”, aponta.

Mas anote aí: Renan Filho não vai ficar apenas no “estudo”. A partir dos próximos dias ele já vai começar a traçar as ações do futuro governo e a botar o dedo em muitas “feridas”. O que ele quer? Otimizar a máquina e garantir recursos para cumprir os compromissos de campanha e fazer os investimentos que Alagoas precisa.

O governador eleito também vai cobrar celeridade do serviço público – uma tarefa que, convenhamos, não será fácil.  A informação é confirmada em texto distribuído  por sua assessoria. Veja o texto:

Renan Filho dialoga com PGE e Defensoria por um serviço mais célere e acessível

​O governador eleito Renan Filho conversou, na manhã desta quarta-feira, 12, na sede do governo de transição, com membros da Defensoria Pública do Estado e da Procuradoria Geral do Estado. Renan Filho deixou claro sua preocupação com o serviço gratuito de assistência jurídica desempenhado na maioria das regiões do Estado e voltou a assegurar que continua com sua luta pela ampliação destes serviços.

Como deputado federal, Renan Filho sempre defendeu as demandas dos defensores públicos. Seu empenho pela aprovação da PEC 04/2014, por mais Defensorias no Brasil é prova disso. Desta vez, como governador eleito por Alagoas, ele confirma que fará muito mais para assegurar que mais pessoas tenham acesso a seus direitos de forma gratuita.

O defensor  público-geral do Estado, Daniel Alcoforado, expôs a situação vivida pelo órgão e os principais desafios para 2015. Temas como o atual quadro de funcionários e a ampliação do atendimento para toda Alagoas foram debatidos no encontro.

Na ocasião, Renan Filho fortaleceu o compromisso com a Defensoria e afirmou que vai manter a boa relação já existente, por meio do foco na preocupação com o cidadão alagoano, melhora do acesso ao serviço prestado pelo órgão, bem com a racionalização dos gastos e valorização do trabalho feito pelos defensores.

No outro encontro desta manhã, Marcelo Teixeira, procurador-geral do Estado, debateu com o governador eleito o modo mais ágil e transparente que Renan Filho pretende impor a partir de janeiro de 2015. “A resposta rápida da PGE é fundamental para o andamento célere dos processos governamentais”, frisou o governador eleito.

 

A relação da Procuradoria com a Justiça também foi levantada durante encontro e Renan Filho salientou, por sua vez, a importância e necessidade de uma sintonia, e por que não dizer, harmonia com o Poder Judiciário.