Prefeitura demite mais de 90 comissionados e economiza R$ 200 mil
   18 de novembro de 2014   │     16:43  │  0

Com o caixa apertado, com dificuldades para manter o custeio e sem recursos para fazer investimentos, o prefeito de Maceió, decidiu afiar a faca e realizar cortes profundos – na própria carne.

Nos últimos dias Rui Palmeira anunciou um corte de 20% nos de salários de seus secretários e dos cargos DAS 6, que equivale ao posto de secretário adjunto.

O prefeito também exonerou, ontem, mais de 90 ocupantes de cargos de comissão. Praticamente todos os comissionados eram do gabinete seu gabinete e estavam á disposição de outros órgãos. São os cargos normalmente utilizados para atender pedidos políticos.

Ao promover a redução de comissionados e de salários o prefeito de Maceió espera economizar R$ 200 mil mês. Pode parecer pouco diante do orçamento da capital, que será de R$ 2,1 bilhões em 2015, mas na atual crise, cada centavo, avisa o secretário de Comunicação, Clayton Santos, faz diferença.

Corte

No DO do município de ontem saíram 103 exonerações e apenas 5 nomeações. A maioria dos cargos era de comissionados do gabinete do prefeito a disposição de outras secretarias. Enquanto a crise não acabar esses cargos não devem ser preenchidos. NO DO de hoje não foram registradas nomeações nessas vagas.

As mudanças

A prefeitura é pura ebulição. As mudanças no primeiro escalão de Rui Palmeira ainda não acabaram.  A saída de Claúdia Pessôa da Secretaria Municipal de Turismo, anunciada nesta segunda-feira, não será a última mudança no primeiro escalão de Rui Palmeira este ano.

Pelo menos mais quatro secretários devem mudar até o final de 2014.

Há quem diga também que o vice-prefeito de Maceió, Marcelo Palmeira, pode ajudar Rui Palmeira assumindo a secretaria de Articulação Política. Esse pelo menos é o bochico do momento nos meios políticos da capital.

Os choques

Alguns secretários deixaram o governo apesar de estarem fazendo, aparentemente, um bom trabalho. É o caso de Renata Fônseca, que teria, segundo um importante analista político, se desentendido com secretários mais influentes junto ao prefeito. Os desgastes e as pressões próprias do serviço público também teriam contribuído para os pedidos de demissões e trocas de  cargos na prefeitura.

Ela será substituída por Gustavo Novaes (ex-Slum) que está em ascensão na prefeitura.