ITEC nega acesso a informação sobre licitação de R$ 262 milhões
   19 de novembro de 2014   │     14:10  │  1

O Instituto de Tecnologia em Informática e Informação do Estado de Alagoas (ITEC) não respondeu, até o momento, pedido de informações feitas por mim ao órgão sobre o resultado e preços do pregão da Nova Infovia Alagoas. Realizado em outubro, o certame declarou vencedor o consórcio Aloo Telecom, que apresentou proposta de R$ 262 milhões.

O formulário foi enviado para o  ITEC, por meio eletrônico, desde o dia 6 deste mês. A Lei 12.527/2011 (de Acesso a Informação) determina que a resposta deve ser  imediata –  ou seja, no primeiro dia útil  após a solicitação. Se órgão não puder cumprir, deve apresentar uma justificativa – o que não foi feito.

O atual contrato do governo de Alagoas com a OI é de R$ 98 milhões. Desse valor foram usados, em quatro anos, R$ 65 milhões. O novo contrato vai atender a mesma rede, com mesmo número de links. A diferença é a velocidade da internet vai aumentar e o preço, quase três vezes maior.

De acordo com o projeto, é estimado o uso de 1.500 links de acesso à internet com velocidade variando de 4 Mbps a 100 Mbps e 600 modens para dados móveis. O número de links é o mesmo que o estado já utiliza.

O Valor a ser pago, mensalmente, se o contrato for cumprido como previsto, será de cerca de R$ 5,4 milhões em média.  O contrato tem prazo de 48 meses. Pelo contrato, o consórcio vai atender até 1.500 links na capital e no interior do Estado. Em média, o valor mensal de cada link será de R$ 3,6mil.

O pregão

O resultado da pregão saiu no dia 9 de outubro passado, apesar dos recursos apresentados por empresas que estavam concorrendo, como informou, à época, a Agência Alagoas: “A Agência de Modernização da Gestão de Processos (Amgesp) publicou nesta quinta-feira (9 de outubro), no Diário Oficial do Estado, a decisão referente aos recursos interpostos pelas empresas Embratel e Oops Telecom relativos ao Pregão de Telecomunicações do Governo de Alagoas. Os recursos foram indeferidos, e as empresas Aloo Telecom e Vivo foram declaradas vencedoras”.

De acordo com a Agência Alagoas “no lote de dados e internet concorreram as empresas Embratel, com proposta de R$ 398 milhões, e a Aloo Telecom, com proposta inicial de R$ 325 milhões, que foi reduzida para R$ 262 milhões durante negociação”.

itec solicitação1

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Deca

    Onde é que ALOO(Maceió)e OOps(Arapiraca) vão ter capacidade financeira para cumprir contratos com valores tão vultuosos??
    Mal têem estrutura para manter os clientes de internet via rádio…Tá na cara que são laranjas no mínimo….O Governo atual está fechando todo tipo de contrato com valores absurdos para garantir sua parte…Deixando o prego para o novo governo…Cadê a equipe de transição que não está vendo isso???

Comments are closed.