Ministério Público Estadual acata nova denúncia do MCCE contra Senac Alagoas
   20 de novembro de 2014   │     17:53  │  1

O Ministério Público Estadual acatou uma nova denúncia de improbidade administrativa feita, no começo de novembro, pelo Movimento Contra a Corrupção Eleitoral em Alagoas (MCCE/AL).

O MPE, como o blog já informou em postagens de outubro de 2014, já apura denúncias de assédio moral, improbidade e  contratação irregular de pessoal entre outras, feitas anteriormente pelo MCCE/AL (http://wp.me/p2Awck-1Wj).

A nova representação, acatada nessa quarta-feira, 19, foi feita, explica o coordenador do MCCE/Alagoas, Fernando Souza, o Fernando CPI, por conta de indícios de irregularidades e suspeitas de superfaturamento na compra de imóveis. A representação é contra o presidente e o vice-presidente do Sistema Fecomércio/Senac/Sesc/Alagoas, Wilton Malta e José Gilton Pereira, respectivamente.

A denúncia foi acolhida pelo procurador geral de Justiça, em exercício, Walber José Valente de Lima. “Despacho: Acolho o parecer da douta Assessoria Técnica, determinando a remessa dos autos à Coordenação das Promotorias de Justiça Criminais de Atribuição não privativa da Capital, e de traslado à Coordenação das Promotorias de Justiça com atribuições judiciais e extrajudiciais de defesa das fundações e entidades de interesse social”, diz o procurador em despacho publicado no Diário Oficial do Estado de 19 de novembro de 2014.

denuncia mcce

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. APURAR E PUNIR COM O RIGOR DA LEI!

    Parabenizo ao jornalista Edvaldo Junior pela transparência e prestação de serviço, em informar as providências tomadas pelo respeitável MP estadual, sobre as irregularidades da atual gestão da FECOMÉRCIO/SESC/SENAC.

Comments are closed.