Equipe de transição vai a Brasília definir plano segurança para AL
   8 de dezembro de 2014   │     19:46  │  1

Nesta terça-feira, 9, dois integrantes  da equipe de transição de Renan Filho embarcam para Brasília. Eles vão acompanhar o governador eleito durante uma série de compromissos em vários ministérios. O principal deles é uma reunião no Ministério da Justiça com a Secretaria Nacional de Segurança, Regina Miki, para definir um plano para a seguranã de Alagoas.

O vice-governador eleito e coordenador da transição, Luciano Barbosa, e Fábio Farias, apontado com um dos nomes mais fortes do futuro governo, acompanha Renan Filho para definir não apenas ajustes no Plano Brasil Mais Seguro, mas também o reforço em ações de combate a violência com ajuda do governo federal.

Nos últimos dias o governador eleito e a equipe de transição conversaram com todos os atuais gestores da segurança pública em Alagoas, incluindo o comandante da PM, coronel Marcus Vinícius. Mas a reunião com Miki, adianta Fábio Farias deve ser restrita à equipe de transição.

Quanto a escolha do futuro secretário de Defesa Social e da equipe que vai comandar a segurança, será preciso esperar um pouco mais.

Fábio Farias explica que essa é uma decisão complexa demais, talvez uma das mais desafiadoras para o futuro governador. Até porque ele tem boas opções para outras pastas consideradas críticas, a exemplo da Educação, Fazenda, Gabinete Civil e Planejamento. Já para a área de segurança, será preciso estudar um pouco mais para bater o martelo  num nome.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Nunes PC

    É, mais o que precisa ser mais amplamente debatido é o fato de apenas Alagoas e mais dois Estados incluir nesse calculo o pagamento dos inativos, todos os servidores ativos do nosso serviço público têm conhecimento desse fato, acredito que o novo governador vá rever essa realidade, muitos milhões foram adquiridos pelo governo atual para reestruturar o AL PREVIDÊNCIA, e cadê esse dinheiro, com a palavra o MP,TC,PC,PF e
    etc…

Comments are closed.