Com R$ 210 milhões, fábrica da Portobello vai gerar 1.100 empregos
   17 de dezembro de 2014   │     20:20  │  0

O presidente da Portobello, César Gomes, veio a Alagoas para fazer uma visita de construção da unidade do grupo, líder do setor de cerâmica na América Latina. A está sendo realizada no Polo Multifabril de Marechal Deodoro. Ele aproveitou para anunciar que a fábrica entra em operação já em março de 2015 e que vai gerar, na sua primeira etapa, 1.100 empregos diretos.

O investimento na implantação da unidade, a primeira do grupo no Nordeste, é da ordem de R$ 210 milhões.  A fábrica deveria, inicialmente, ser construída na Bahia ou em Pernambuco, mas terminou sendo implantada em Alagoas a partir de iniciativa do empresário Fábio Farias, conselheiro da Portobello Shopp e, principalmente, por conta do apoio recebido do governo do Estado.

Na visita a Alagoas, nesta quarta-feira, o presidente do grupo fez questão de agradecer e de prestar homenagem ao governador Teotonio Vilela Filho. O objetivo era inaugurar a indústria ainda este ano, durante o atual governo.  Como não houve viabilidade técnica, o grupo decidiu homenagear o governador, para marcar sua atuação na viabilização do projeto. “O governador e sua equipe deram todas as condições para a vinda do empreendimento para nossos Estado”, testemunha Fábio Farias.

A Agência Alagoas produziu texto sobre a visita. Veja os principais trechos:

Fábrica da Portobello em Alagoas inicia operações em março de 2015

O governador Teotonio Vilela Filho visitou, nesta quarta-feira (17), as obras de instalação da indústria do grupo catarinense Portobello, localizada no Polo Industrial José Aprígio Vilela, em Marechal Deodoro. Durante o encontro, foram apresentadas todas as etapas técnicas do processo produtivo da empresa, desde o trabalho realizado com a matéria-prima até o momento final de embalagem e comercialização. As operações da fábrica deverão ser iniciadas em março de 2015.

Com um investimento de R$ 210 milhões e a perspectiva de gerar aproximadamente 1.100 empregos diretos e indiretos no Estado, o empreendimento chega com a proposta de ampliar o processo de desenvolvimento econômico e social de Alagoas.

Para Teotonio Vilela Filho, ao trazer uma fábrica dessa magnitude o Estado avança em diversos segmentos. “Alagoas ficou 30 anos sem receber uma empresa de grande porte, e em oito anos já conseguimos captar 105. Foi uma caminhada longa e fico muito feliz de poder contribuir para o crescimento econômico da região. A Portobello chega para somar esse universo, impulsionando a nova realidade de um Estado que abre suas portas para novas oportunidades de negócios”, destaca.

A empresa encontrou nos suprimentos lógicos ofertados, nas questões estruturais e nos incentivos concedidos pelo Governo de Alagoas o ambiente ideal para a instalação de sua nova unidade.  Sentindo a necessidade de ampliar seu espaço produtivo, foi destinada uma área próxima a um milhão de m² para o desenvolvimento de toda a sua produção.

“Essa é a realização de um sonho de poder colocar nossa indústria no mercado do Nordeste. Ficamos impressionados com a celeridade e as diretorias dos processos no Estado, que é extremamente competitivo e com uma visão de negócio inovadora. Chegamos aqui com o desafio de nos manter líder e com alto padrão de qualidade, o nosso sucesso vem da capacidade de integrarmos junto aos alagoanos”, ressalta o presidente da Portobello, César Gomes.

Leia mais em:

http://agenciaalagoas.al.gov.br/noticias/2014/12/fabrica-da-portobello-em-alagoas-inicia-operacoes-em-marco-de-2015

http://agenciaalagoas.al.gov.br/noticias/2014/12/grupo-portobello-presta-homenagem-ao-governador-teotonio-vilela