Fim de uma era: segurança de poderes será feita ‘apenas’ por 20 PMs
   4 de janeiro de 2015   │     1:25  │  14

Teotonio Vilela Filho até que tentou, na base do “apelo” reduzir o efetivo de policiais militares à disposição da Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, MPE, PGE e até da prefeitura de Maceió.

Sem sucesso, o máximo que o ex-governador conseguiu foi reduzir o número de policiais à sua própria disposição e do Palácio do Governo. Enquanto a população reclamava por mais segurança nas ruas o Gabinete Militar do Estado tinha uma lotação de 204 PMs.

Em julho de 2012, Téo Vilela reduziu o efetivo para 160 policiais e um ano, em junho de 2013, para 92 PMs. O objetivo era tirar os policiais de funções burocráticas ou de serviços que podem ser feitos por empresas privadas, como a vigilância patrimonial, e colocá-los de volta nas ruas.

Apesar do esforço do governo, centenas de PMs ainda continua servindo na guarda pessoal de chefes de poderes em Alagoas. Ou continuavam.

Por decreto o governador Renan Filho determinou o retorno de todos os PMs para a Corporação e determinou que a segurança dos chefes dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, MPE e TC será feita por um efetivo de no  máximo 20 policiais militares.

O decreto 37.611, publicado no Diário Oficial do último dia 2, deve possibilitar, de imediato, o reforço de pelo menos 300 policiais nas atividades fins de segurança pública.

Com a decisão, Renan Filho tenta por fim numa era. Durante décadas alguns PMs conseguiram ficar fora do trabalho nas ruas. Lotados em gabinetes militares alguns policiais chegavam a ganhar gratificações que dobravam seus salários e tinham escala reduzidas, além de outros benefícios.

Peneira do poder

A pressão será grande. Muitos dos solados e oficiais que servem nos gabinetes são amigos de desembargadores e deputados, entre outros pistolões.

Considerando que (de acordo com o decreto) apenas 100 policiais ficarão à disposição das autoridades, nos próximos três dias (prazo em que eles serão designados para a função) os pedidos serão intensos. Afinal, quem vai querer perder a “boquinha”?

O problema é que de cada quatro PMs que hoje estão na segurança dos chefes  dos poderes apenas um vai ficar na função. Os outros três não passarão na peneira.

Veja trechos do decreto:

Art. 1º: O Policial Militar que se encontrar exercendo suas funções no Gabinete do Vice-Governador, bem como nas Assessorias Militares da Assembleia Legislativa de Alagoas, do Tribunal de Justiça de Alagoas, do Tribunal de Contas de Alagoas, da Procuradoria-Geral de Justiça, da Procuradoria-Geral do Estado e da Prefeitura Municipal de Maceió, deverá regressar imediatamente à Corporação da Polícia Militar, tendo em vista suas atividades finalísticas de segurança pública.

Art. 2º A segurança das autoridades representativas dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, do Ministério Público e do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas será exercida por efetivo não superior a 20 (vinte) policiais militares.

decreto pms

COMENTÁRIOS
14

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. João Paulo

    O gabinete do prefeito de Maceió, também tem muitos militares chumbetas que precisam voltar a trabalhar e combater a criminalidade em nosso estado que está em alta. Vamos as ruas?

  2. jose goncalves

    Apesar de óbvia e necessária,os governos anteriores não tiveram pulso para resistir às pressões para manter esse absurdo. Espero que que o governador tenha pulso firme para não ceder à pressões. São com exemplos assim que o governador mostra a que veio. Espero que o governador também estruture a SEFAZ para fiscalizar os “compadres” dos governos anteriores e melhore a arrecadação do estado, estruture os processos de trabalho a fim de entregar serviços público de qualidade à população.
    Parabéns Governador!

  3. agamenon oliveira

    Parabéns governador, era muita ociosidade, enquanto alguns policiais militares trabalham no policiamento ostensivo, tirando serviço em escalas apertadas. Outros viviam de benesses e ainda recebendo outro vencimento a mais. Não sei se os poderes irão cumprir com as determinações. Mas, já valeu a atitude.

  4. 007

    isso é lindo o que o governador está fazendo,e mais lindo ainda é ele pagar o que deve a policia militar agora em janeiro até abril.vamos ver se ele vai cumprir todas as leis???

  5. SE COLAR

    ESPERAMOS QUE TAIS MEDIDAS ATRAVÉS DE DECRETOS ASSINADOS PELO GOVERNADOR, VENHAM A DAR CERTO.SERÁ QUE OS DEPUTADOSM PREFEITOS, VEREADORES,CONSELHEIROS E OUTROS DONOS DE UM CARGUINHO QUE ELES ACHAM DE PROJEÇÃO NO ESTADO. FICATÃO SARISFEITRROS? OS CARAS SEMPRE ADORARAM ESTAR COM UM MILITAR OU OUTROS,LHES DANDO SEGURANÇA GRATUITA NO ESTADO. SERÁ MUITO BOM SER FOR VERDADE. VAMOS VER, PARA CRER.

  6. verdade

    e você acha pouco??? policial é pago pra prestar serviço a população e não servir de baba pra quem quer que seja.quer segurança? contrate uma empresa de segurança e pague do seu bolso ‘bobinho’.

  7. Major PM

    Só uma correção o decreto não contempla o gabinete militar do Governador e sim do Vice Governador e os demais.
    Mas já é um avanço.

  8. João Bosco

    Tudo é questão de tempo… Todo governo começa nessa pressão e com dois ou três meses volta tudo ao normal.
    Já temos um exemplo claro de arrumadinho: o Major Saraiva que está afastado dos quarteis há mais de 20 anos e nunca colocou uma farda continuará por lá segundo fontes palacianas…
    Pergunto: cadê o discurso do governador?

  9. Junior

    Embora você só publique o que lhe interessa, talvez você libere essa postagem, Edivaldo ainda há quem defenda, dizendo que o Gabinete é importante, é nada, até hoje nunca trabalhou pra PM, só pra eles, até as leis de promoção quando saiam eram feitas pra eles se beneficiarem, pedidos de promoção e tudo mais, ou seja, pode acabar tudo! a já acaba tarde, lhe garanto, FALTA PRO POVO NÃO VAI FAZER!

  10. jose antonio dos santos

    Uma pergunta que deve ser respondida pelo Governador Renan Filho: O Gabinete do Vice-Governador aqui em Mangabeiras vai ser desativado?. O vice-Governador Luciano Barbosa assumiu a Secretaria de Educação e esta estrutura do Gabinete do Vice-Governador funcionários, aluguel, carros locados vai servir a quem, o recado é reduzir despesas?. Senhor Blogueiro, em respeito aos seus leitores pergunte ao Governador.

  11. M Silva

    Toda mudança de governo é a mesma coisa. A demora é só chegar os pedidos. Afinal, uma mão, lava a outra.

  12. Edmilson Souza Santos

    Será que desta vez o Marlon Araújo conhece uma viatura??? o cara é major e nunca pisou no quartel. Já tentou ser tudo na vida, mas ganhando o salário da PM. Agora dá uma de dublê de comentarista esportivo.

Comments are closed.