Sem votação na ALE, dois secretários de RF não podem tomar posse
   5 de janeiro de 2015   │     22:51  │  1

Dos 19 secretários anunciados pelo governador Renan Filho,  nem todos os puderam tomaram posse. Mozart Amaral (Transportes e Desenvolvimento Urbano) e Claudia Petuba (Esportes e Lazer) vão ter que esperar a Assembleia Legislativa se reunir e aprovar o projeto de lei criando as suas secretarias para serem nomeados e, em seguida, empossados.

Quanto tempo isso vai levar? Ninguém sabe. Nem mesmos os futuros secretário. Por enquanto, Mozart Amaral trabalha no Palácio dos Palmares na formação de sua equipe. É provável que a ALE se reúna até a próxima semana e aprove a criação das duas secretarias e da Lei Delegada, que dará ao governador condições para que ele realizar a reforma administrativa no estado.

Até lá, os futuros secretários ficarão na espera. E só.

Por decreto, Renan Filho muda outras pastas

Renan Filho promoveu, dentro das limitações da  Lei, uma minirreforma administrativa. O governador mudou a estrutura e o nome de várias secretarias.

Sepaz é, agora, Sepod  (Secretaria de Prevenção às Drogas). Seagri, que passa a absorver as atividades da Pesca, pasa a se chamar Seapa (Secretaria de Agricultura e Pesca).

A SEDS, que absorve as funções da Secretaria de Ressocialização vira Sedres e a Secretaria de Gestão que absorve as funções de Planejamento vira Seplag (Secretaria de Planejamento e Gestão).

A Setur absorve o Desenvolvimento Econômico e vira Sedetur. SEMCDH vira SEMUDH (Secretaria da Mulher de dos Direitos Humanos). Já a Secretaria do Trabalho, antes SETEQ vira só SETE, ficando com Trabalho e Emprego e perdendo o Q de Qualificação .

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. jose antonio dos santos

    O Decreto do governador Renan Filho legaliza a PREGUIÇA nos órgãos estaduais. Se antes a população sofria com o mal atendimento imagine agora. Cadê a mudança efetiva pregada nas ruas!.

Comments are closed.