Renan Filho diz que ‘herdou’ dívida de mais de R$ 330 milhões 
   8 de janeiro de 2015   │     17:10  │  1

Os primeiros números sobre a situação financeira do estado estão, finalmente, começando a ser revelados. O governador Renan Filho revela, em texto da Agência Alagoasque a gestão de Teotonio Vilela Filho, encerrada no dia 31 de dezembro, deixou dívidas de mais de R$ 330 milhões.

O governo não deu detalhes sobre a dívida. A maior parte, pelo que apureiri, é com a segunda faixa da folha salarial do estado, que é de R$ 187 milhões.  O governo anterior também teria deixado de pagar os valores do empréstimo consignado de dois meses (novembro e dezembro). Cada mês corresponde a cerca de R$ 30 milhões descontados da folha e que devem ser repassados aos bancos.

Além dessas dívidas, o governo anterior teria deixado pendências com municípios, fornecedores e de contrapartida dos convênios.

Qual o saldo real?

O governo não informou, no entanto, quanto ficou de saldo para pagamento das obrigações. De acordo  com o ex-secretário da Fazenda, Maurício Toledo, o governo deixou recursos para pagamento  de empenhos liquidados.

Toledo também explica que é preciso  que os débitos sejam detalhados para que ele se posicione. “Alguns recursos, como é o caso da fonte 10, são de responsabilidade do governo federal”, aponta.

O que diz o governo

Veja trechos da Agência Alagoas:

“Esses R$ 330 milhões são de compromissos que temos que buscar uma forma de honrar ainda este mês. São dívidas com funcionários, com parte da folha de dezembro que não foi paga, crédito consignado, com municípios, fornecedores, de contrapartida dos convênios, entre outras”, ponderou o governador Renan Filho.

“Além dos 330 milhões de reais, Alagoas vive um momento financeiro difícil porque ao longo dos anos tem financiado um déficit de R$ 700 milhões a cada ano com operações de empréstimos ou venda de ativos. Ou seja, o Estado precisava sempre fazer uma operação de crédito; algum empréstimo ou vender algum ativo para fechar as contas de custeio. Isso precisa de uma vez por todas ser mudado”, concluiu.

Leia mais em: http://agenciaalagoas.al.gov.br/noticias/2015/1/governador-afirma-que-encontrou-divida-superior-a-r-330-milhoes

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. REALIDADE

    SERÁ QUE O GOVERNADOR NÃO SABIA QUE O ESTADO DESDE DA ERA LESSA PAGA OS SERVIDORES NOS DIAS 30 E 11 DO MES SUBSEQUENTE, ISTO É,TODO GOVERNO QUE ASSUME O MANDATO SABE DESSE DETALHE.
    PAGUE OS SERVIDORES,POR QUE O ESTADO DE ALAGOAS É RICO E PARTE DA ARRECADAÇÃO FICA COM AS” CRIONÇAS” DA ASSEMB. LEGISTIVA.

Comments are closed.