‘Dificuldades técnicas’ atrasam pagamento a monitores da Educação
   13 de fevereiro de 2015   │     18:14  │  5

O estado começou a pagar hoje o rateio do Fundeb aos professores. Mas só vão receber, num primeiro momento, os efetivos.  A Secretaria de Educação não informou quando o pagamento será feito aos os monitores.

A dificuldade no pagamento dos monitores é pontual. Eles recebem numa folha especial, preparada na própria Secretaria de Educação, enquanto os professores efetivos recebem o pagamento  junto com os demais servidores do estado na folha do funcionalismo que é gerada na Secretaria de Planejamento e Gestão.

A folha dos monitores  ainda é elaborada manualmente. Cada pagamento tem que ser digitado individualmente, num processo considerado ultrapassado.

O secretário de Educação, vice-governador Luciano Barbosa, confirmou o do pagamento do Fundeb ao aos servidores efetivos, mas não deu data para pagamento dos monitores.

“Quanto aos monitores, os serviços de confecção da folha é arcaico, demorado, feito à mão, Coisa completamente ultrapassada. Estamos em entendimento com a Secretaria de Administração para migrar essa folha de monitores para a mesma plataforma que faz a folha dos efetivos. O que  existiu até agora foi uma completa falta de respeito para com os monitores. Isso tem que  acabar”, disse Luciano Barbosa por mensagem de texto.

Segundo o governo do Estado o pagamento das sobras do Fundeb de 2014 somam R$ 48 milhões e será equivalente ao 14º e 15º salários, beneficiando cerca de 12 mil professores efetivo e 3 mil monitores.

Existem ainda informações de atraso sobre pagamento dos salários dos monitores do mês de janeiro de 2015. O secretário não deu sobre essa questão,

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Santos

    Um Estado atrasado. Uma vergonha. E vem muito mais pela frente, pode apostar. Triste realidade para quem acredita que tudo poderia ser diferente, se de fato houvesse compromisso com o povo e se o dinheiro publico fosse usado de maneira correta. Na teoria tudo será resolvido, no entanto, é na prática que se vê os resultado.

  2. Tony

    A desculpa das dificuldades da elaboração da folha não justifica. Os monitores são profissionais que prestaram serviço ao Estado e contam com o pagamento para cumprirem com suas obrigações perante seus credores, além da sua manutenção alimentar e de seus familiares.

  3. Amanda

    O certo seria: ‘Falta de Respeito’ atrasa pagamento de Rateio. Esse Luciano Barbosa ainda vai parar em Rede Nacional com esse pseudo progresso em Educação. aguardem…

  4. luiz paulo sodré

    Sr. Edivaldo,já que não tem muito tempo,volto a lembrar como a violência está sobre controle,hoje,com 44 dias do novo governo estamos próximos de atingir 200 (duzentos) homicídios e a imprensa comprometida,faz cara de paisagem,no outro governo a imprensa comprada estaria estampando todos os dias,a violência desenfreada,assim fica fácil governar,quem é a oposição? ou o jornalista descomprometido?tudo bem não faço questão que o senhor não publique,fico satisfeito apenas, em saber que o senhor está ciente e também parece estar apreciando a paisagem.

Comments are closed.