Cícero Cavalcante consegue ‘emplacar’ Flávia no Procon
   14 de fevereiro de 2015   │     17:53  │  5

Flávia Cavalcante, do PMDB, é a nova superintendente  do Procon Alagoas, órgão responsável pela política de defesa do consumidor no Estado. A nomeação da ex-deputada, publicada no dia 11 passado,  tem sido vista nos meios políticos como uma “compensação” para o ex-prefeito de Matriz do Camaragibe e de São Luiz do Quitunde Cícero Cavalcante.

Aliado histórico do senador Renan Calheiros, Cícero Cavalcante disputou vaga para deputado estadual pelo PMDB, mas ficou na primeira suplência. O que ele queria era assumir uma vaga na Assembleia Legislativa. Queria. Sem espaço no governo, até porque     seu nome é ligado a  várias denúncias de irregularidades, deve se contentar com a nomeação da filha para o Procon.

Sem nenhum destaque durante o seu mandato na ALE, encerrado no dia 1º passado, Flávia terá a chance de  mostrar serviço no órgão de defesa do consumidor. Não custa lembrar, no entanto, que o Procon era um dos mais atuantes na gestão de Téo Vilela.

O problema é que Flávia vai substituir  Rodrigo Cunha, deputado estadual mais votado nas  últimas eleições e que virou uma “marca” da defesa do consumidor na atualidade.  É provável que Cunha continue atuando nessa área. Será portanto, no  mínimo um incômodo para a atuação da ex-deputada.

Apesar da nomeação de Flávia, há quem diga que Cícero Cavalcante não está plenamente satisfeito.  Mas pelo menos ele vai passar um tempo “quieto”, sem bater na porta do Palácio dos Palmares ou de outros gabinetes.

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Tony

    Se sua atuação no PROCON/AL for igual a que teve na Assembleia Legislativa, o consumidor alagoano vai ficar no prejuízo. Já o ex-prefeito Cícero Cavalcante, ainda não conseguiu se integrar no governo Renan Filho devido aos inúmeros processos que responde nas Justiças Federal e Estadual por improbidade e outros crimes.

  2. José monteiro

    A política é uma coisa nojenta , o novo governador antes da vitória pregava que as nomeações seriam de pessoas capacitadas , pura hipocrisia a começar com a tal melina e agora a tal de Flávia figura apagadíssima na assembleia , ou seja não sabe nada e que na verdade quem age por trás e o pai envolvido em irregularidades até o pescoço , no fim e tudo troca de favores e o eleitor que acreditou é que se ferrou, torço para que o depurado Rodrigo Cunha não se perca em suas atuações e fique de olho no Procon e denuncie se for o caso os desmandos que estão por vir com esta Flávia e o dito cujo de seu pai . Fica ai minha indignação .

  3. Luiz paulo sodré

    Pronto,Sr.Edivaldo,atingimos DUZENTOS homicídios em quarenta e cinco dias,estamos melhorando,ah,ia esquecendo,hoje já foram quatro,logo logo conseguiremos a liderança novamente.

  4. savio

    péssima escolha, sem nenhuma qualificação técnica. não fez absolutamente nada quando deputada. Meu Deus!!! quanta decepção esse governa do Renazinho. traição ao povo que prometeu escolher sua equipe com critério técnico..

Comments are closed.