Rui corta Orçamento na Educação, mas aumenta verba de outras áreas
   16 de fevereiro de 2015   │     20:08  │  9

Rui Palmeira sancionou, finalmente, o Orçamento 2015 da Prefeitura de Maceió. A Lei Orçamentária Anual (LOA) foi publicada no Diário Oficial do Município desta segunda-feira, 16, como revela o Gazetaweb (http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=388672&e=2).

A votação do Orçamento na Câmara Municipal de Maceió foi marcada por polêmicas em torno, principalmente, do duodécimo do Legislativo, que aumentou cerca de 4,5% – de R$ 52,7 milhões, para R$ 55 milhões.

O aumento do Legislativo Municipal é proporcional ao Orçamento global, que cresceu de R$ 2,033 bilhões em 2014 para R$ 2,135 bilhões em 2015, uma diferença 5,01%.

Entre as ‘novidades’ da LOA 2015 está a redução dos gastos com uma das áreas consideradas essenciais. A Secretaria Municipal de Educação terá uma redução de -3,68% na sua dotação orçamentária, que cai de R$ 356 milhões para R$ 343 milhões.   Considerando a inflação, o município vai gastar -10% com o setor este ano.

O Orçamento da Saúde, o maior, com R$ 648 milhões, aumentou apenas 1,27% em relação a 2014, perdendo, claro, para a inflação.

Outras secretarias consideradas importantes também registraram perda de orçamento. É o caso de Esportes e Lazer, que teve sua dotação reduzida de R$ 6,4 milhões para R$ 2,2 milhões, em queda de -65,44%. Situação praticamente idêntica foi a da Pasta do Meio Ambiente, que teve seu orçamento reduzido em -65,19% para R$2,6 milhões.

Em contrapartida algumas pastas tiveram aumento significativo na sua dotação. É o caso das Secretarias de Administração (21,57%), Trabalho (39%), SMTT (41%), Slum (34%). Mas nesse quesito o destaque vai para dois órgãos cujos gestores estão entre os mais influentes na atual gestão. A Fundação de Ação Cultural, que costuma realizar eventos culturais na área nobre de Maceió terá um aumento de 67,52% no seu Orçamento, que cresceu de R$ 6,1 milhões em 2014 para R$ 10,3 milhões em 2015.

Nada se compara, no entanto, ao Orçamento da Comunicação. A dotação da Secom vai aumentar de R$ 7,8 milhões em 2014 para R$ 24,3 milhões em 2015, numa comprovação de que o secretário Clayton Santos continua fortalecido na atual gestão.

O aumento da verba para a Secom é também um sinal de que o prefeito Rui Palmeira deve aumentar os gastos com publicidade, uma medida que pode ajudar a reverter a acentuada queda de popularidade de sua administração.

Investimentos

Abro aqui um parêntese sobre despesas com comunicação:  são tão importantes quanto qualquer outra. Investir em comunicação deve ser prioridade de qualquer gestor. Não só para fazer propaganda de suas ações, mas para melhorar a qualidade dos serviços públicos. Quando bem aplicados, recursos em comunicação viram investimentos, que podem ajudar a aproximar o cidadão do gestor.

Comparando

Preparei uma tabela comparando a evolução dos gastos em algumas secretarias. Veja:

ORÇAMENTO MACEIO2

Para ver o Orçamento completo, acesse o Diário Oficial:http://www.maceio.al.gov.br/wp-content/uploads/lelosecom/documento/2015/02/Diario_Oficial_16_02_15_PDF.pdf

O Orçamento

De acordo com a lei Nº. 6.363 de 13 fevereiro de 2015, “A receita total estimada, compreendendo o Orçamento Fiscal e da Seguridade Social, é de R$ 2.135.562.464 (dois bilhões, cento e trinta e cinco milhões, quinhentos e sessenta e dois mil, quatrocentos e sessenta e quatro reais) e terá o seguinte desdobramento:

  1. Orçamento Fiscal equivalente a R$ 1.248.646.929 (hum bilhão, duzentos e quarenta e oito milhões, seiscentos e quarenta e seis mil, novecentos e vinte e nove reais); e
  2. Orçamento de Seguridade Social R$ 886.915.535 (oitocentos e oitenta e seis milhões, novecentos e quinze mil,quinhentos e trinta e cinco reais).

Art. 3º – A despesa total fixada, compreendendo o Orçamento Fiscal e da Seguridade Social, é de R$ 2.135.562.464 (dois bilhões, cento e trinta e cinco milhões, quinhentos e sessenta e dois mil, quatrocentos e sessenta e quatro reais).

 

orçamento maceio

COMENTÁRIOS
9

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Elisângela

    Como sempre a educação sai perdendo, sou professora da rede, e só tenho o que reclamar, o prefeito ilude o povo com reforma de algumas escolas, mas não dá assistência necessária as demais, trabalhei em uma unidade de 2009 até agora, só fazem anualmente operação tapa buracos, no verão passamos mal com o calor intenso, poeira etc, no inverno enfrentamos lama, goteiras etc. Cadê sua responsabilidade com a educação prefeito????

  2. Luiz Alberto

    Isso é uma vergonha. Uma demonstração que o Rui não cumpri a sua prioridade de campanha que foi saúde e vai de encontro ao que os governos elegeram como prioridade que é a educação. que vergonha. Que venha o Ciço.

  3. Marcelo

    Ele quer investir em propaganda para enganar os otários, mentir sobre os péssimos serviços que esse incompetente oferece à população. O povo de Maceió deu um tiro no pé elegendo esse inoperante. Volta Ciço, volta!!!!!!

  4. Edival Faustino dos Santos

    Sempre falei que PMDB não gosta de trabalhador, muito menos de funcionário público ou de PROFESSOR. Ninguém quis me ouvir…

  5. Ricardo

    A comunidade aqui do Jaça, está revoltada com esse cara ruim de jogo, prometeu tudo e nada fez; praticamente 100% que votaram nele, jamais votaria de novo. Será que o cara tá com o perfil bom? 2016 vem ai meu caro, e com essa revolta do povo com a política como um todo, sei não.

  6. Fórum de Controle de Contas Públicas em Alagoas

    Edivaldo, bom dia e Carnaval!
    Infelizmente, essa “inversão de prioridades”, que não beneficia praticamente nenhum interesse da população, é uma triste realidade.
    Se na capital, considerando-se todas as possibilidades de debate da sociedade, é foi assim. Imagine nos municípios deste Estado.
    No entanto, os fatos orçamentários – onde se divide e distribui o dinheiro público – já estão vindo à tona e muita gente já faz cobranças às gestões, em decorrência dessas divulgações.

  7. jose antonio dos santos

    Com a população crescendo, o prefeito Rui Palmeira corta verba da Educação e da Infraestrutura, que visão de burro é essa!. Quem são êsses “doutores em gestão pública” que têm esta visão equivocada. E por outro lado, cadê os senhores vereadores que mentiram também em suas campanhas politicas. População, deixem de serem bestas, esperem esses caras nas próxima eleição e se tiverem vergonha dêem o troco!.

  8. jose antonio dos santos

    Que vergonha senhor prefeito Rui Palmeira, O SENHOR AUMENTA EM 210% A VERBA DE PUBLICIDADE mas deixa na merda os SERVIÇOS DE SAÚDE, a falta de vergonha com as faltas de medicamentos para os pacientes do SUS que o senhor até agora não resolveu mesmo trocando de secretários várias vezes. A eDUCAÇÃO, OUTRA PORCARIA, os MERCADOS PÚBLICO outras porcarias, parecem POCILGAS de tanta nojeira.
    Os Vereadores a exemplo do senhor até agora agem como largatixa, balançam a cabeça para seus projetos.
    Por que não um ORÇAMENTO IMPOSITIVO.
    Infelizmente, a maioria dos politicos não merecem respeito da população, são mentirosos, verdadeiros estelionatários, deveriam responder pelo crime do art. 171 do código penal brasileiro!.

  9. Julio

    Eleições ano que vem, né? É melhor investir em festas e ações de marketing bem feitas pra iludir o povão… Ah, lógico que tinha que aumentar a verba da câmara, eles tem que aprovar tudo sem questionamentos… Nada mais “normal”. E assim caminha a política brasileira.

Comments are closed.