RF e Rui deixam diferenças de lado e se unem para abrir UPA em Maceió
   11 de março de 2015   │     19:52  │  0

O governador Renan Filho (PMDB) e o prefeito de Maceió (PSDB) tiveram um novo encontro nesta quarta-feira, 11 – o segundo desde o começo do novo governo.

Diferenças políticas de lado (os dois estiveram em palanques diferentes em 2012 e 2014 e 2014) Renan Filho e Rui Palmeira decidiram sair do discurso e colocar em prática a prometida parceria entre estado e município.

Num sinal de maturidade política – embora sejam os integrantes da nova geração política do estado – prefeito e governador decidiram, ao que parece, unir forças para enfrentar problemas que afetam estado e municípios. Uma boa receita para tempos de crise como o que estamos vivendo.

O prefeito pediu a antecipação  de recursos para funcionamento das duas UPAs construídas em Maceió. Cada UPA vai demandar recursos da ordem de R$ 1 milhão. Metade do valor (R$ 500 mil) é repassada pela União e a outra metade é divida entre Estado (R$ 250 mil ) e prefeitura (R$ 250 mil).

“Pedi a antecipação ao governador porque normalmente a União demora de dois a três meses o início da operação da UPA para fazer o primeiro  repasse. Diante as dificuldades financeiras que enfrentamos, é importante assegurar o pleno funcionamento da UPA”, disse Rui Palmeira por telefone. Renan Filho autorizou a antecipação de R$ 750 mil.

Rui Palmeira lembrou que a prefeitura enfrenta dificuldades na área da Saúde no atraso dos repasses dos recursos federais, mas principalmente pela redução de verbas da União para o setor. “Hoje nosso déficit na saúde é de R$ 4,5 milhões por mês. Estamos tirando esse dinheiro de outras áreas porque que o governo federal não tem repassados os recursos suficientes para manutenção dos serviços, especialmente os de alta complexidade”, pondera.

Quando funciona

A primeira UPA, no bairro do Trapiche, deve ser aberta entre abril e maio, adianta  Rui Palmeira: “o resultado da licitação (da Oscip que vai ser responsável pela unidade) será conhecido no próximo dia 4. Depois disso o vencedor terá um prazo que pode ser de 30 a 60 dias para colocar a UPA em funcionamento, mas se eles tiverem condições antecipam a operação”, aponta

Liberando

O governador Renan Filho registrou, em  sua página o no Facebook o encontro com o prefeito: “Com muita satisfação, recebi o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, para tratar do funcionamento das Unidades de Pronto Atendimento. O Estado construiu, equipou e vai auxiliar na manutenção. Na oportunidade, o prefeito solicitou um aporte financeiro inicial, a título de adiantamento, no valor de R$ 750 mil para iniciar a operação das UPAs enquanto o Governo Federal não transfere sua parte. Determinei a liberação do valor e espero que o quanto antes a UPA do Trapiche possa entrar em funcionamento para atender a população. O mesmo procedimento será realizado na UPA do Benedito Bentes. Nos próximos dias teremos a data da reabertura das unidades”.