Sedetur confirma: servidores ‘trabalhavam de graça’ no estado
   25 de março de 2015   │     17:19  │  2

Em publicada na postagem anterior, com queixas de que “não ouvi antes” a sua assessoria de comunicação,  a Secretaria de Desenvolvimento e Turismo do Estado, confirma que 20 servidores “trabalhavam de graça” na Pasta.

Explico: são pessoas escaladas para ocupar cargo de confiança que começaram a trabalhar esperando a nomeação –  situação “normal” quando ocorre por um ou dois dias.

Mas no caso da Sedetur, pelo que se sabe, algumas pessoas já trabalhavam há mais de um mês sem remuneração e não terão direito a salário retroativo, porque a lei não permite.

É um tema que merece ser avaliado pelo governo.  E se algo parecido estiver ocorrendo em outras secretarias, precisa ser corrigido rapidamente. Pelo que se sabe o serviço público tem leis e normas rígidas a respeito do trabalho de funcionários efetivos e comissionados.

Números

Na nota a Ascom da Sedetur explica: “ao contrário do que foi dito … não existem 30 funcionários na Secretaria que estejam “trabalhando de graça”, inclusive, as nomeações de cargos que estavam em aberto no quadro da Sedetur – 20 no total – foram publicadas no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (25), tornando os novos servidores aptos a desenvolverem suas atividades diariamente”.  Não eram 30, mas 20? Se fosse um só seria ilegal..

Espaço

Ainda na nota, que pode ser lida na íntegra no texto anterior a este, a Sedetur “ensina” que “acreditamos em um jornalismo que preze pela ética e imparcialidade, sendo fundamental verificar os fatos antes de publicar qualquer material de forma responsável para o seus leitores, e que esta Assessoria de Comunicação sempre estará à disposição para prestar  esclarecimentos sobre assuntos ligados à Sedetur”.

O Espaço aqui está sempre aberto para respostas e outras informações, seja da Sedetur ou de qualquer outro órgão público.

Quanto ao “modelo de jornalismo”, só me cabe respeitar a opinião dos colegas da Ascom e reafirmar que continuarei publicando informações que considerar relevantes e de interesse dos leitores.

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Cláudio Antônio dos Santos

    Caro Edivaldo Júnior,informo que não aconteceu somente na Sedetur,que funcionários trabalharam sem nomeação, e consequentemente sem receber salários. Na EMATER,foram vários servidores que trabalharam os meses de janeiro e fevereiro do corrente ano, sem receber nada,só com a promessa de serem nomeados feita pelo presidente. A partir de março alguns desses funcionários foram nomeados,porém outros até agora não sabem o que fazer da vida.Seria bom você averiguar essa situação.

  2. Lesado

    Na Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos ocorreu a mesma coisa, inclusive houve casos de pessoas que ficaram mais de um mês trabalhando e depois foi informado de que não seriam aproveitados

Comments are closed.