Rui pede que vereadores aprovem R$  450 milhões em empréstimos
   13 de abril de 2015   │     18:28  │  2

O prefeito de Maceió chamou para si a responsabilidade sobre os processos de captação de recursos, via financiamentos internacionais, para investimentos em projetos estruturantes na capital.

Rui Palmeira antecipou aqui  (http://wp.me/p2Awck-2sq) que pretende captar mais de R$ 600 milhões  para investimentos, sendo mais de R$ 400 milhões em financiamentos internacionais e R$ 176 milhões do PAC Mobilidade Urbana.

O prefeito mandou, na sexta-feira, 10, o projeto de lei que autoriza a captação dos empréstimos internacionais, para a Câmara de  Vereadores de Maceió. Se o projeto for aprovado vai precisar ainda do aval dos Ministérios do Planejamento e da Fazenda e de autorização do Senado Federal.

O que o prefeito está fazendo, explica o vice, Marcelo Palmeira, é assegurar, em  meio a crise, recursos para fazer investimentos importantes para a capital. “São financiamentos com apenas 3% de juros ao ano, com longo prazo para pagamento, e que serão utilizados em obras essenciais. Hoje, por conta do comprometimento da arrecadação com o pagamento de pessoal e setores como educação e saúde o município está sem capacidade de investimentos”, pondera.

Marcelo lembra que não é apenas Maceió que está em busca dos financiamentos: “cidades maiores como São Paulo e Salvador também estão pleiteando os financiamentos nas mesmas linhas”, aponta.

Convencendo

O prefeito começou a semana numa reunião com secretários e vereadores de Maceió. No encontro, Rui Palmeira apresentou os projetos solicitando empréstimos já publicados no Diário Oficial do Município.

Um projeto é de financiamento nacional e solicita empréstimo de R$ 36,7 milhões ao BNDES o Programa de Administração Tributária (PMAT), que prevê a modernização tributária e de gestão de serviços básicos.

Os outros dois são internacionais. Um solicita linha de crédito com Corporação Andina de Fomento (CAF), no valor de US$ 70 milhões e outro pede a contratação de financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de US$ 63,5 milhões para a implementação e execução do “Programa de Requalificação Urbanística da Orla Lagunar de Maceió”.

Somados, após conversão do dólar para o real, os projetos ultrapassam a casa dos R$ 450 milhões.

“É importante mostrar para os vereadores o que nós queremos com esses empréstimos, com esses financiamentos externos. São diversas obras fundamentais para a cidade. Com esses recursos, poderemos fazer grandes obras e melhorar a qualidade de vida da população”, disse.

“É um momento de suma importância em que o gabinete do prefeito apresenta uma Carteira de Projetos para solucionar problemas de diversos bairros. Há questões históricas que a gestão encara para resolver”, afirmou o vice-prefeito Marcelo Palmeira.

O líder do governo na Câmara, Eduardo Canuto, foi otimista: “Percebe-se uma enorme possibilidade de crescimento e de mudança para a nossa cidade. Localidades esquecidas serão beneficiadas a exemplo da parte alta da cidade e da nossa orla lagunar, há tanto tempo esquecida. O momento foi de esclarecimento, de tirar dúvidas. A Câmara terá um papel de protagonista nesse processo, já que a Lei precisa da aprovação da Casa e a sociedade espera por esses avanços”.

A Secom de Maceió fez texto sobre a reunião do prefeito com os vereadores. Veja no linka seguir:

http://www.maceio.al.gov.br/smg/noticias/prefeito-se-reune-com-vereadores-para-detalhar-e-debater-projetos/

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Tony

    Começo a acreditar na reeleição do prefeito Rui Palmeira. É muito dinheiro pra se perder uma eleição. Só perde se for muito burro,e Rui Palmeira não é.

Comments are closed.