Edgar Filho é o mais novo presidente da Asplana
   17 de junho de 2015   │     16:02  │  1

A Associação dos Plantadores de Cana de Alagoas (Asplana), que representa mais de 7.500 fornecedores de cana-de-açúcar alagoanos, tem um novo presidente. Edgar Filho assumiu a presidência da entidade, no lugar de Lourenço Lopes, que alegou problemas de saúde e oficializou seu afastamento nessa terça-feira (16).

Lourenço foi reeleito, em abril deste ano, para o terceiro mandato. A assessoria da Asplana divulgou a matéria sobre a transferência de cargo.

Edgar Filho assume presidência da Asplana

Com o afastamento, em definitivo e por motivo de saúde, de Lourenço Lopes do cargo de presidente da Asplana, Edgar Filho assume, pelos próximos quatro anos, o comando da entidade que representa mais de 7.500 fornecedores de cana alagoanos.

A transferência de cargo foi oficializada durante uma reunião interna da diretoria – realizada na sede da associação – e que contou com a presença de representantes do Conselho Fiscal da entidade.

Edgar Filho, que era vice-presidente de Lourenço Lopes desde o mandato de 2010, aos 33 anos de idade é o mais novo presidente da Asplana.

“Assumo o cargo em um momento em que o setor canavieiro de Alagoas e do Brasil atravessa uma das piores crises da sua história. Os próximos anos serão desafiadores. Mas, com muito trabalho e dedicação, vamos superar todas as dificuldades na defesa dos direitos dos fornecedores de cana do nosso Estado”, declarou Edgar.

Entre os principais desafios enfrentados pelo novo presidente estão: a liberação dos recursos da subvenção por parte do governo federal, aproximadamente, R$ 90 milhões, além do pagamento dos atrasados das usinas pela cana comprada aos fornecedores na safra 14/15 que somam, segundo levantamento da Asplana, mais de R$ 200 mil.

Após se afastar da presidência, cargo que ocupou por três mandatos, Lourenço Lopes destacou a competência de Edgar Filho a frente do setor canavieiro alagoano.

“É uma pessoa extremamente preparada que sempre acompanhou de perto o setor, conhece as necessidades e anseios dos fornecedores de cana do nosso Estado”, enfatizou Lopes.

Segundo ele, apesar do afastamento, permanecerá à disposição da entidade. “Deixei o cargo, mas vou continuar ajudando e orientando no que for necessário nossos companheiros na defesa do setor canavieiro que é o principal motor da economia alagoana”, reforçou Lopes, afirmando que continuará no cargo de diretor nacional da Federação dos Plantadores de Cana (Feplana).

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.