Servidores não abrem mão de 6,41% do IPCA e podem ir a greve
   18 de junho de 2015   │     13:33  │  4

Os rumos da negociações salariais com o governo do estado serão decididos em plenária do Movimento Unificado dos Servidores (MUS), que será realizada na tarde desta quinta-feira, 18, na sede da CUT-Alagoas.

Depois da segunda rodada de negociação com representantes do governo, o MUS deve trabalhar com indicativo de greve se não houver uma nova contraproposta do governo.

A presidente da CUT-AL, Rilda Alves, avisa que não os servidores não abrem mão do reajuste do 6,41%, equivalente a variação anual do IPCA.

“Disseram que o estado está numa situação muito difícil. Nós até entendemos e por isso sentamos para negociar. Mas o mínimo que a gente negocia é em cima do IPCA”, aponta.

O IPCA foi, na avaliação da CUT-AL  uma conquista: “é uma lei que garante aos servidores pelo menos o reajuste em cima do IPCA e não esta ferindo nenhuma lei de responsabilidade fiscal. O estado tem recursos para isso, o estado tem condições sim, mas infelizmente o governo não está querendo negociar”, enfatiza.

A presidente da CUT diz que na última reunião, realizada na terça-feira, 16, em que o governo apresentou proposta de reajuste de 5% dividido em três parcelas, o MUS apresentou como contraproposta o IPCA dividido até em duas vezes, sendo 3% retroativos a maio e os 3,41% restantes até novembro deste ano.

Sem avanços nas negociações, o caminho deve ser a paralisação dos servidores. A greve, explica Rilda, é o último recurso dos trabalhadores: “A gente fez tudo para não chegar numa greve porque numa greve perde todo mundo perde. Perde a sociedade , os servidores e até mesmo o governo, mas infelizmente não depende da gente, depende só do governo”, aponta.

COMENTÁRIOS
4

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. josé Uriel da silva

    Em tempo esqueci de argumentar sobre a estimativa que foi feita sobre salário dos servidores, você esqueceu de fazer uma projeção daqui uns 10 a 15 anos se continuar com percentual de 2015 nós vamos está ganhando igual ao salário mínimo porque não pode ficar menos de acordo com a Constituição Brasileira de 1988. Como na época da Prefeita Kátia Born que era preciso dá um abono para equiparar ao mínimo.
    Abraços!
    Espero que não fique em silêncio, por favor, responda.

  2. josé Uriel da silva

    prezado jornalista,
    primeiro quero dizer que sou funcionário da prefeitura há 15 anos cargo Aux. Serviços Gerais e alguns dias Vossa Senhoria fez um comentário sobre os salários dos professores baseado no plano de cargos carreira que a cada dois anos tem uma progressão de 5% por cento e que daqui uns 10 ou 15 anos o salário chegaria mais ou menos 12 mil reais não recordo com exatidão, como você sabe o prefeito deu entrevista na mídia dizendo que durante os três anos de administração tinha dado reajuste maior ou equivalente ao ipca. Agora, você perguntou pra ele quanto teve de aumento? prefeito,vereadores,procuradores, secretário, se não falha memória uns 80% por ai , se você recebe pela Gazeta você aceitaria 2,16% um percental que até agora nenhum gestor ofereceu, o cara é bom, próximo ano está deixando a prefeitura como a pior administração, só pintou faixa azul, algumas obras de infra estrutura que o gestor anterior deixou. Aguardo alguma resposta.

    1. Edivaldo Júnior Post author

      José,
      dei informações sobre salários de professores, que podem dobrar – dependendo do caso um pouco mais que isso – com a progressão por tempo de serviço e também com a progressão por títulos. De acordo com o Sinteal, um professor do município, em fim de carreira e com todos os títulos, ganharia hoje R$ 8 mil.
      Não citei casos de auxiliar de serviços gerais. Mas estou a disposição para tratar do tema.
      Atc,
      Edivaldo Jr

  3. Nanci

    Educação tem verba própria 16.31 é de direito é uma vergonha quando foi na eleição ele prometeu mundo e fundo e agora é uma mentira a política dele tem que ter greve.

Comments are closed.