Governo aposta em acordo com servidores: ‘estamos bem próximos’ 
   19 de junho de 2015   │     2:29  │  5

Um dos mais influentes frequentadores do Palácio dos Palmares me mandou, pelo Watsapp, na noite de quarta-feira, 17, enquanto sofria torcendo em vão para o Brasil empatar com a Colômbia, uma mensagem de puro otimismo em relação as negociações com o Movimento Unificado dos Servidores.

“A negociação está indo bem. Amanhã a PC suspenderá a greve. Com relação a números estamos próximos, bem próximos”, apontou.

De fato, a greve acabou, como previsto.

Agora é esperar que a outra informação de minha fonte – confiável, posso assegurar – esteja certa: “Vai evoluir para um bom acordo nos próximos dias”.

O que o governo tem mais a oferecer aos servidores? Os secretários George Santoro (Fazenda) e Christian Teixeira (Seplag) já avisaram que o Estado chegou ao “limite”. É fato. Mas também é fato que falta o governador falar. E ao menos nessa questão a palavra final é de Renan Filho. O cobertor é curto, mas ele tem o poder de “puxar” para o lado que quiser.

Talvez por isso minha fonte afirme com segurança que “estamos bem próximos de um acordo com o servidor”.

Quanto falta? 

Olhando os números friamente, falta pouco. O governo oferece 5% em três parcelas, os servidores pedem 6,41% em duas parcelas. Dá para ver nessas propostas uma ampla margem para um acordo. Basta cada lado abrir mão de um pedacinho e tudo fcará resolvido. Nesse embalo é bom lembrar que se nem os servidores e nem o governo querem a greve, imagine o cidadão que depende dos serviços do estado?

Agora é torcer para que as negociações continuem e os dois lados amadureçam o diálogo e cheguem, o quanto antes. a um entendimento.

 

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Margairda

    Tem que ser todo, quando vem imposto para pagar não vão parcelar e nós temos que pagar completo, portando é justo ser todo. Se é lei tem que ser, que entra dinheiro suficiente para dar o pequeno aumento.

  2. SUBTENTENTE

    É bom lembrar e ficar atento, os Militares Alagoanos não abrirão mão do IPCA/2015, fique certo que no dia 25 de junho de 2015, PM e BM AL, entrarão em Operação Padrão ou Aquartelamento,caso o Governo conceda a reposição do IPCA. E tudo que acontecer no Estado através da violência, o Governo do Estado e sua Equipe são os principais responsáveis.É um direito nosso, e disso não abriremos mão.Já é certo 99% da Tropa está pronta para parar.

    Subtenente.
    Pronto para luta.

  3. Luiz paulo sodré

    Sr. Edivaldo,como já disse,o senhor representa a verdadeira Secom do governo do estado,talvez por isso o senhor ainda não foi dispensado pelo senhor seu patrão ( grande senador ) como foram Marcelo Firmino e a Bleine,o conceito do governador Renan filho é tão bom quanto ao da presidente Dilma,não para o senhor,que continua com a sua força de formador de opinião,tentando induzir o povo que esse governo está trabalhando,mas em vão Sr. Edivaldo,quando falta dinheiro pra comida,não tem jornalista que convença o povo do contrário,acho lamentável quando uma pessoa,seja ela qual for,abdicar de seus princípios,para promover o que não tem defesa,vem pra rua,visite os hospitais,os ambulatórios,converse com os professores,com os policiais,os fornecedores,procure saber como vai o programa social do sopão, das cestas nutricionais,vá conversar com aquele maluco na secretaria de assistência social,procure os beneficiados da agricultura familiar,mas nem é preciso,o senhor sabe de tudo isso,hoje esse governo é igual ao PT morre negando que não existiu mensalão nem petrolão,e tem o senhor prá ajudar a induzir o povo,que está tudo ótimo, depois se puder olhe pra dentro de si mesmo e veja o mal que está fazendo a si próprio.

  4. Sérvulo

    E o acordo com os militares? Não está nada certo e há uma grande possibilidade de haver paralisação ou operação padrão. Quem está segurando esse governo fraco é a PM, junto com o GECOC. Esse governo é o pior dos últimos vinte anos, sem sombra de dúvidas…

Comments are closed.