Em reunião com bancada federal, Luciano Barbosa  pede 25 milhões para a Educação
   6 de julho de 2015   │     19:00  │  1

Uma reunião a cada mês. Em cada encontro, um tema diferente. Nesse ‘ritmo’ a bancada federal de Alagoas tenta entender melhor as demandas de Alagoas e dos alagoanos para apresentá-las em Brasília.

No encontro desta segunda-feira, 6, o tema foi educação e o convidado o secretário e vice-governador, Luciano Barbosa. Além do coordenador da bancada, Ronaldo Lessa, participaram do encontro os deputados Givaldo Carimbão, Maurício Quintella e Marx Beltrão.

Barbosa pediu apoio dos parlamentares para a liberação de R$ 25 milhões em recursos para a educação em Alagoas. A verba, de convênios já assinados, será direcionada para o combate ao analfabetismo e construção de dois novos centros de educação profissionalizante em Arapiraca e Pilar.

Mas a reunião ganhou maior repercussão, no entanto,  pelas críticas que o secretário fez a “herança maldita”. A novidade foi apenas matemática. O secretário lembrou o cancelamento de contratos de vigilância (R$ 24 milhões), transporte escolar (R$ 54 milhões), cursinho de vestibular (R$ 17 milhões) e até o aluguel de um galpão (R$ 1 milhão/mês) que somariam, no ano, R$ 107 milhões.

Alguns desses contratos, caso do aluguel e vigilância, foram cancelados sem grandes problemas. Já o do transporte escolar, até agora tem dado “dor de cabeça” não só ao secretário, mas também ao governador Renan Filho.

Em resumo, Luciano Barbosa pintou o cenário de descaso total (no passado) com a Educação. Cabe agora a ele cuidar dos prédios, de preferência antes que eles desabem. Não é, convenhamos, tarefa fácil.  Mas pelo menos o secretário não está mais no discurso, apenas.

No mês passado, o vice-governador anunciou que serão repassados R$ 5,5 milhões aos diretores escolares. Os recursos são do anunciou programa Escola da Hora, que consiste na descentralização de recursos da Educação, repassando-os diretamente aos gestores, dando mais autonomia a eles para a realização de pequenos serviços e demandas da escola.

Daí até a “revolução” na Educação ainda falta muito. Mas como, ao seu estilo, o vice-governador prefere trabalhar em “silêncio”, pode ser que ele nos surpreenda – em breve. É torcer para isso.

Versão oficial

A reunião do vice com a bancada foi registrada pela Agência Alagoas. Veja:

Barbosa solicita apoio da bancada para liberação de R$ 25 milhões

Em reunião com integrantes da bancada federal alagoana, nesta segunda-feira, 6, o secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, solicitou apoio dos parlamentares para a liberação de R$ 25 milhões em recursos para a educação em Alagoas.

…O encontro, realizado no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea) foi convocado pelo líder da bancada alagoana, deputado federal Ronaldo Lessa.

Leia aqui o texto completo: http://agenciaalagoas.al.gov.br/noticias/2015-1/7/barbosa-solicita-apoio-de-parlamentares-para-liberacao-de-r-25-milhoes-em-recursos

A Agência Alagoas também fez texto sobre o programa Escola da Hora. Veja aqui: http://agenciaalagoas.al.gov.br/noticias/2015-1/6/luciano-barbosa-anuncia-programa-de-financiamento-para-escolas

see 06-07-2015 - Reuniao com bancada federal - fotos Valdir Rocha -201- site

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Julio

    Perguntar não ofende, pra que esse rapaz quer mais dinheiro ? O transporte escolar tem recurso mas ele não paga aos transportadores, o PRONATEC tem recurso mas ele não paga a ninguém, ele diz que economizou rios de dinheiro e não paga a ninguém, até quando iremos aturar esse ser nefasto na educação, se liga governador playboy, com certeza esse será seu último mandato e de tabela seu papaizinho vai junto.

Comments are closed.