IPCA: servidores apresentam nova proposta, mas governo recusa
   11 de julho de 2015   │     22:11  │  0

Na quinta-feira passada a comissão que representa os servidores públicos da Saúde, da Segurança, da Educação e da Agricultura participou de nova reunião com  o secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias.

Na mesa, uma nova proposta, dessa vez apresentada pelos  trabalhadores:  6% divididos em três parcelas de 2% (maio, outubro e dezembro) e saldo que ficaria faltando para repor a inflação pelo IPCA (0,41%) seria dado a partir de janeiro do próximo ano.

Foi a vez do governo recusar. Fábio Farias disse as lideranças que o estado não pode ir além dos 5%.

“Lamentamos a posição do governo, até porque o Estado cedeu e está dando um reajuste maior para os militares. Será que as outras categorias não tem valor?”, questiona Rilda Alves, presidente da CUT/Alagoas.

Para pressionar o governo, os servidores realizaram uma plenária  neste sábado e decidiram intensificar a mobilização a partir da próxima terça-feira.

O calendário de  mobilização está sendo divulgado na página da CUT/AL no Facebook (https://www.facebook.com/cutalagoas?fref=ts). Veja,

“Convocamos todas as entidades de servidores públicos estaduais para participarem das atividades de mobilização de nossa Campanha Salarial 2015.

Programação:

Dia 14/07: Visitas as Secretarias – Concentração 8h na Sefaz.
Dia 15/07: Visitas as Secretarias – Concentração 7h no HGE.
Dia 16/07: Visitas ao Tribunal de Justiça – Concentração 9h na Praça Deodoro.
Visitas a Assembleia Legislativa – Concentração 15h na Praça Dom Pedro II.
Dia 17/07: Ato Público em Defesa dos Servidores e dos Serviços Públicos (18 anos da queda do governo Suruagy) – Concentração 8h na Praça dos Martírios”.

Participam da mobilização 14 sindicatos, além da CUT.

Versão oficial

A reunião da plenária foi registrada na página do Sindipol. Veja

CUT e sindicatos definem calendário de mobilização pelo IPCA

As lideranças dos trabalhadores da Saúde, da Segurança, da Educação e da Agricultura participaram de uma plenária da Central Única dos Trabalhadores (CUT) que definiu um calendário de mobilização, no período de 14 a 17 de julho, pelo pagamento do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Nas atividades, as entidades, que fazem parte do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais, como a CUT e o Sindpol, decidiram realizar grande ato público, na próxima sexta-feira (17), a partir das 8 horas, com concentração na Praça dos Martírios.

Veja aqui o texto na íntegra: http://www.sindpol-al.com.br/2015/07/sindicatos-definem-calendario-de-mobilizacao-pelo-ipca/