Repasse do FPE para o Estado aumenta mais de 7%
   22 de julho de 2015   │     15:30  │  2

Mês a pós mês, decêndio após decêndio, o desempenho do Fundo de Participação dos Estados tem surpreendido os gestores da Secretaria – positivamente num momento, negativamente no outro.

Depois de registrar queda no primeiro decêndio de julho, quando caiu mais de 30%, Alagoas recebeu parcela de R$ 27,8 milhões do  FPE no segundo decêndio, no último dia 20. O crescimento nominal em relação a igual parcela de 2014 (R$ 24,8 milhões) foi de 12,14%.

Apesar do cenário de crise, o FPE, tem dado resultados abaixo das necessidades, mas ainda acima das expectativas iniciais. As transferências para Alagoas somaram, de janeiro a junho deste ano, R$ 1,399 bilhão, em alta de 7,73% na comparação com o mesmo período do ano anterior, quando foram repassados para o Estado R$ 1,299 bilhão ou R$ 100 milhões a menos.

Nos primeiros seis meses do ano todas as transferências constitucionais (FPE, FUNDEB, etc)  para Alagoas  somaram R$ 1,755 bilhão em crescimento de 7,16% na comparação com os R$ 1,656 bilhão repassados em igual período de 2014.

O maior problema do governo de Alagoas não é a situação atual, mas o que vem pela frente. O cenário sombrio da economia nacional assusta o governo. E não é para menos. Mesmo com todos os cortes, o Estado continua ultrapassando o limite máximo da Lei de Responsabilidade Fiscal e será penalizado por conta disso.

Afora isso, Alagoas continua pagando os juros mais altos do país na sua dívida com a União. Manter o cinto apertado parece ser a melhor alternativa para evitar o pior.

fpe

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Luiz Alberto

    100 milhões a mais que em 2014??? Teó deu o aumento ao funcionalismo, pelo que se vê, em situação menos favorável. Qual a razão para esse governador não fazer o mesmo? Era essa a mudança que o povo queria. Bem feito!!! Resta saber para onde está indo esse milhões.

  2. joselia

    E com tanto empostos que pagamos hoje alunos de rede publica precisa esta faltando aula por que o governador não paga aos motoristas. Hora fassame o favor eles nao querem pessoas bem informadas querem mao de obra para eles gritarem mais auto e nos ouvirmos, mais as eleicoes vem por ai e eles so vao faltar colocar-nos em um palacio mais se vendermos nossos votos é assim que vamos ser tratado como um nada.

Comments are closed.