Apesar de ‘reação’ em julho, exportações de AL continuam no vermelho
   13 de agosto de 2015   │     13:43  │  0

Depois de registrar queda por três meses consecutivos, as exportações de Alagoas fecharam em alta em julho. No mês o faturamento com as exportações chegou a US$ 44,6 milhões, com variação de 20,9% em comparação a igual mês do ano anterior (US$ 36,9 milhões).

Mas é preciso registrar que ainda falta muito para Alagoas se recuperar do desempenho negativo de sua balança comercial. No acumulado de janeiro a julho, as exportações somaram US$ 350,2 milhões, registrando um recuo de -16,4% em comparação com o faturamento de US$ 419,1 milhões, registrados nos primeiros sete meses de 2014.

As perdas, somente este ano, se comparado com o ano anterior, chegam a US$ 68,8 milhões ou R$ 240 milhões, pelo câmbio atual.

Perdas chegam a R$ 2,3 bilhões em apenas um ano

Entre o ano 2000 e 2011, as exportações alagoanas deram um ‘salto’ de US$ 224,5 milhões para US$ 1,37 bilhão. Desde então, a balança comercial do estado só desce ladeira. O faturamento com as exportações caiu para US$ 1,01 bilhão em 2012, para US$ 742,2 milhões em 2013 e US$ 629,4 milhões em 2014.

Se comparado 2011 com 2014m, o estado perdeu metade das exportações e deixou de faturar algo em torno de US$ 680 milhões ou R$ 2,3 bilhões. É esse dinheiro que deixou de circular, literalmente, na economia do Estado – somente no ano passado. Não custa repetir que mais de 98% das exportações do Estado são de açúcar e álcool. Em outras palavras, aí está uma das razões para a crise do setor sucroalcooleiro alagoano.

exportaçoes