Fetag-AL estima retomada de mais 2 mil empregos com reabertura de Uruba
   3 de outubro de 2015   │     18:41  │  0

Diante da decisão favorável da Justiça em arrendar a usina Uruba, localizada no município de Atalaia, a Cooperativa Agrícola do Vale do Satuba (Coopvale), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado de Alagoas (Fetag-AL) declarou que mais de dois mil postos do trabalho no campo deverão ser retomados na região.

“Não será uma ação imediata já que a indústria terá que passar por uma revisão de maquinário para que possa começar a moer. Mas, acreditamos que, a partir de novembro, a cooperativa deve começar a contratar trabalhadores para o campo”, afirmou o secretário de Assalariados da Fetag-AL, Cícero Domingos.

De acordo com ele, a unidade produtora, que faz parte da massa falida da Laginha Agroindustrial, conta com uma área de 6.200 hectares que está ociosa desde que a usina parou de funcionar e que precisa ser tratada e plantada.

“Depois que a diretoria da cooperativa tomar posse, vamos procurá-la para saber qual será a forma de contratação. Sabemos que no primeiro momento os postos de trabalho serão gerados apenas no parque industrial, mais de 300, para que os fornecedores possam começar a moer a cana” reforçou Domingos.

Segundo ele, a Fetag-AL apoia a iniciativa da Coopvale em arrendar a Uruba, lutando contra a crise que castiga o setor canavieiro alagoano, “gerando renda e oportunidade de emprego no campo”, finalizou.

(com assessoria)