Sefaz realiza ‘Operação forte’ nas estradas para aumentar arrecadação
   5 de outubro de 2015   │     16:32  │  1

Depois de confirmar queda na arrecadação do ICMS em setembro, na ordem de -4,21%, o secretário da fazenda, George Santoro,  avalia que a situação financeira do Estado ficou ainda mais complicada: “a luz amarela ficou ainda mais forte, mais brilhante”.

Para tentar melhorar a receita de ICMS a Secretaria da Fazenda inicia, a partir desta semana, uma grande operação fiscal nas rodovias de Alagoas. O objetivo é tentar descobrir se existe a possibilidade de sonegação entre grandes contribuintes.

A queda na arrecadação em setembro pode ter sido motivada por um atraso dos comerciantes na formação dos estoques para o final do ano, acredita George Santoro. “Muitas lojas não renovaram os estoques, o que normalmente acontecia até setembro. Vamos torcer que isso aconteça este mês”, pondera.

“Vamos fazer uma operação mais forte nas estradas, porque a gente identificou que as empresas baixaram os estoques e vão comprar agora em outubro e novembro para o Natal. A gente montou equipes e vamos ficar mais atentos na entrada das mercadorias no Estado. A operação começa esta semana e vai se prolongar até o final de novembro”, adianta Santoro.

O secretário diz que a operação serão marcar por “uma fiscalização mais intensa, mais rígida na cobrança do antecipado, diferencial de alíquota. A gente sabe que é um período bastante significativo”.

Caixa único

Este mês, avisa Santoro, o Estado voltou a operar com o “Caixa Único”,  que ajuda a “dar um fôlego no caso da necessidade de um desencaixe não previsto. Aos pouquinhos vamos implementando isso e melhorando a gestão de caixa do estado, o que dá um leque de opções, caso a situação aperte mais este mês”, pondera.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.