Estado vai fechar agosto com recorde de mais de R$ 330 milhões de ICMS
   1 de agosto de 2016   │     8:09  │  0

Pelo menos para a Secretaria da Fazenda de Alagoas, agosto de 2016 não será mês de “desgosto”. Depois de um trabalho iniciado em janeiro deste ano, auditores da Sefaz conseguiram “desencavar” R$ 110 milhões em ICMS que deixaram de ser pagos ao estado nos últimos anos pelo setor de petróleo e gás.

A negociação para recuperação do ICMS, feita com a maior empresa do Brasil, continua em torno de outros 10 itens.

A partir da negociação com a empresa, a Sefaz assegurou recolhimento extra este mês e deve fechar agosto com receita recorde de mais de R$ 330 milhões de IMCS. Os números serão fechadas amanhã, mas a expectativa é de um crescimento nominal acima de 40%.

O recurso extra representa “alívio” para o caixa do Estado e deve assegurar o pagamento em dia da folha de pessoal e de fornecedores pelo menos até o final de 2016. Daí por diante, tudo vai depender, como explica o secretário George Santoro, do desempenho da economia.

A Agência Alagoas distribuiu texto sobre a receita Extra:

Veja

Alagoas recupera R$ 110 milhões em ICMS do segmento de petróleo e gás

Após longo trabalho de capacitação e planejamento para fiscalização do setor de combustíveis dos auditores fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), o Estado de Alagoas conseguiu recuperar R$ 110 milhões de ICMS indevidamente não recolhidos nos últimos cinco anos.

…O trabalho contou com a assessoria da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), especialista no segmento, para aperfeiçoamento teórico e prático dos auditores, e englobou, além da análise de dados, visitas de campo a empresas do ramo, a exemplo da Unidade de Processamento de Gás Natural de Alagoas (UPGN)/AL, unidade de extração da Petrobrás em Alagoas,  Transpetro S.A. no Porto de Maceió, Petrosynergy Ltda, Algás – Gás de Alagoas S.A. e TAG – Transportadora de Gás Associada S.A.

Veja aqui a notícia na íntegra: http://www.agenciaalagoas.al.gov.br/noticia/item/8108-alagoas-recupera-r-110-milhoes-em-icms-do-segmento-de-petroleo-e-gas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *