“Renan não quer nem ouvir falar sobre ministério da Justiça”
   19 de outubro de 2016   │     22:55  │  1

A informação é da coluna Radar, da revista Veja. O presidente do Senado, Renan Calheiros, não estaria interessado numa eventual nomeação para o Ministério da Justiça, Pasta que já ocupou no governo do presidente Fernando Henrique Cardoso, entre 1998 e 1999.

O “recado” do senador, através seus interlocutores, veio depois de uma série de especulações em torno de sua indicação para o cargo e da reação de investigadores da Lava Jato que contestam sua eventual nomeação para o ministério, no lugar de Alexandre Moraes.

O fato é que existe sim uma ideia sendo trabalhada em Brasília de levar Renan Calheiros para o MJ logo depois que ele deixar a presidência do Senado, em fevereiro. Com isso, o governo de Michel Temer acomodaria bem toda a sua bancada, garantiria a eleição Eunício Oliveira para a presidência do Congresso Nacional e tiraria o senador alagoano da linha de fogo.

A Veja publicou nota, nesta quarta-feira, 19, em que aponta como maiores preocupações de  Renan Calheiros a evolução da Lava-Jato e a avaliação do governo de Renan Filho.

Seja como for, Renan continua dando as cartas em Brasília. Até que se prove o contrário, o senador alagoano saiu fortalecido de todo o processo de impeachment e é, no momento, mais temido do que amado pelo governo de Michel Temer.

Veja a nota de Radar, na íntegra:

Não quer esse papo

Quem conversou com Renan Calheiros recentemente diz que a última coisa que ele quer saber é o ministério da Justiça.

Suas duas principais preocupações são as seguintes: a evolução da Lava-Jato e conseguir fazer com que seu filho saia bem avaliado do mandato no governo de Alagoas.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Luiz Paulo sodré

    Sr. Edivaldo,o que Renan não quer, é ouvir falar na lava jato,e depois dele o senhor já sabe quem é o próximo.

Comments are closed.