Hugo Wanderley e Marcelo Lima lançam chapas de oposição para diretoria da AMA
   28 de outubro de 2016   │     15:07  │  0

Uma disputa entre “caciques” promete movimentar os bastidores da política alagoana pelos próximos dois meses. A escolha da nova diretoria da AMA – a Associação dos Municípios Alagoanos – será em janeiro de 2017, mas vários candidatos já estão em plena campanha. Entre os nomes já lançados estão os prefeitos eleitos Hugo Wanderley (Cabimbinhas), Jeannyne Beltrão (Jequiá da Praia), Marcelo Lima (Quebrangulo) e Pauline Pereira (Campo Alegre).

Correndo “por fora”, na oposição, Hugo Wanderley e Marcelo Lima, defendem mudanças no comando da AMA. “É preciso renovar nossa associação. Precisamos eleger uma diretoria que apresente um projeto que ajude os prefeitos, especialmente neste momento de crise, na gestão de nossas cidades. Nós temos uma proposta de mudança e o maior objetivo é dar, através da AMA, assessoria que ajude os prefeitos a captar mais recursos e a ter uma gestão mais eficiente”, aponta Marcelo Lima.

Hugo Wanderley, que é atualmente presidente da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal), também defende mudanças na AMA e parte para a disputa com um apoio de um grupo que tem, atualmente, pelo menos 30 prefeitos – entre eles Isnaldo Bulhões (Santana do Ipanema), Pino (campestre) e Santana Mariano (Major Isidoro).

Hugo até avalia a possibilidade de uma composição, com outros candidatos. Mas acredito que o momento, agora, é de fortalecer seu projeto. “Estamos em busca de apoio, conversando com prefeitos de todos os municípios e regiões. Acredito que vamos conseguir ampliar nosso grupo. No momento certo vamos conversar com outros candidatos”, pondera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *