Maceió tem 2ª maior redução e cai para 8º lugar no ranking das capitais mais violentas
   29 de outubro de 2016   │     23:15  │  8

A capital de Alagoas registrou em 2015 a segunda maior redução de “Crimes Violentos Letais por 100 mil habitantes”. Com esse resultado, Maceió sai do  2º para o 8º lugar no ranking das capitais mais violentas do Brasil.

Os dados preliminares são do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que será divulgado na íntegra no dia 3 de novembro pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

O relatório inclui  as vítimas de homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte, latrocínio (roubo seguido de morte) e mortes ocorridas durante operações policiais.

Em 2015, segundo o levantamento, 179 vidas foram “poupadas” na capital alagoana. De acordo com dados do anuário, 520 pessoas foram mortas em Maceió em 2015, uma redução de -26,1% em comparação com 699 mortes registradas em 2014.

A imprensa nacional tem repercutido os números do anuário. A revista Exame divulgou nesta sexta-feira, 28, o ranking das capitais mais violentas do país. No ranking, Maceió  registrou a segunda maior redução de crimes do país, atrás apenas de Vitória, no Espírito Santo.

Veja a reportagem:

As capitais mais violentas do Brasil; Natal lidera

Dados do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública mostram que Natal é a capital mais perigosa do país, com 78,4 mortes por 100 mil habitantes em 2015

São Paulo — Todos os dias,  42 brasileiros são assassinados nas capitais brasileiras. Em 2015, essas cidades registraram 15,2 mil mortes por crimes violentos intencionais — o que representa 26% do total de assassinatos em todo o país.

Os dados fazem parte do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que será divulgado na íntegra no dia 3 de novembro pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

O relatório leva em conta a soma das vítimas de homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte, latrocínio (roubo seguido de morte) e mortes ocorridas durante operações policiais.

A capital mais violenta do país é Natal, no Rio Grande do Norte, que teve, no ano passado, 78,4 assassinatos por 100 mil habitantes — um crescimento de 97% em relação a 2014, quando ocorreram 39,8 mortes/100 mil habitantes. Esse foi o maior aumento entre capitais de 2014 para 2015. A elevação fez com que o município pulasse da 13ª posição no ranking em 2014 para a liderança em 2015.

Leia aqui a reportagem na íntegra: http://exame.abril.com.br/brasil/capitais-mais-violentas-do-brasil/

Veja abaixo o ranking das capitais mais violentas do Brasil:

capitais mais violentas

COMENTÁRIOS
8

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. JOSÉ

    O PREFEITO RUI PALMEIRA, COM SUA REELEIÇÃO TEM A OPORTUNIDADE DE SE PROJETAR PARA UMA CANDIDATURA AO GOVERNO DE ALAGOAS.

    JOVEM, INTELIGENTE, NÃO TEM CASOS DE CORRUPÇÃO E ALIANDO-SE A UM PURO SANGUE COMO RODRIGO CUNHA, JUNTOS PODEM FAZEREM UMA CAMPANHA PARA ACABAR COM ESSAS FIGURAS QUE QUEREM SE PERPETUAR NO PODER A TODO CUSTO, INCLUSIVE A BASE DA CORRUPÇÃO, LOTEAMENTO DE CARGOS PARA GATOS E CACHORROS, COM TODO RESPEITO AOS ANIMAIS.

    ALAGOAS, PRECISA SE LIBERTAR DESSES CURRAIS ELEITORAIS!!!

    Reply
  2. JOSÉ

    CONSOLIDANDO SUA REELEIÇÃO PARA PREFEITO DE CAPITAL RUI PALMEIRA TEM OPORTUNIDADE ÚNICA DE FAZER DA EDUCAÇÃO SUA REFERENCIA NA GESTÃO PÚBLICA.

    A EDUCAÇÃO DEVE SER A MAIOR VIRTUDE DE UM GESTOR PÚBLICO, NA DA É MAIS IMPORTANTE, A EDUCAÇÃO É BASE DE TUDO NO DESENVOLVIMENTO DE UMA POPULAÇÃO.

    Reply
  3. JOSÉ

    O LUGAR DE CORRUPTOS E CORRUPTORES É NA CADEIA, QUE SURGA NO PAÍS VÁRIOS JUIZES COM A CORAGEM CÍVICA E DETERMINAÇÃO DO JUIZ SÉRGIO MORO.

    O BRASIL NÃO PODE PAGAR O PREÇO CARO A TANTOS LADRÕES, TEM QUE IREM PARA A CADEIA, E AÍ ESTÃO OS EXEMPLOS MAIS RECENTES, MARCELO ODEBRECHT, PALOCCI, DELCIDIO DO AMARAL E MUITOS OUTROS QUE AGUARDAM A PRISÃO CHEGAR !.

    Reply
  4. Mirian

    Ainda continuo com medo de sair na rua, pois vários parentes meus já sofreram assalto.
    Viver nesse Estado de Alagoas é ser refém do medo. Estamos presos dentro de nossas casas e nem no nosso lar estamos seguros! Na periferia então nem se fala…
    Todos os dias peço que meus filhos não sejam vítimas.
    Assim que possível, vou sair desse Estado. Aqui, vivemos num clima de guerra civil e nos damos conta.

    Reply
  5. Flavio

    A SDS estar mascarando os numeros, esses dados sao fornecidos pela SDS, mas a realidade e que Alagoas ainda continua como o Estado que tem mais homicidio com 27 municipios, inclusive um desses municipios e Murici, cidade dos Calheiros

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *