Rateio do Fundeb será menor este ano: projeto vai para a ALE esta semana
   13 de dezembro de 2016   │     15:44  │  4

Em 2015 o rateio do Fundeb para os professores da rede pública estadual foi o maior da história: R$ 73,5 milhões, valor que era equivalente a 3 folhas mensais para os servidores.

Este ano, a Secretaria de Educação já sabe que será feito novo rateio das sobras do Fundeb, mas o valor será menor, avisa o secretário Luciano Barbosa.

“Haverá rateio, nossa previsão é que será bem menor do que o do ano passado” resume o secretário

A Secretaria de Educação ainda não te o valor do rateio, mas estimativa é que será maior do que o salário mensal.

Ou seja, deve ficar entre R$ 25 e R$ 35 milhões.

O pagamento do rateio (divisão das sobras da aplicação de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB com os servidores em efetivo exercício no magistério da educação básica) ainda depende de lei específica.

O projeto de lei ainda não foi encaminhado para a Assembleia Legislativa  e deve ser enviado ainda esta semana, para ser votado antes do recesso de final de ano.

O secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias, disse que já está agilizando o envio do projeto para a ALE: “o processo está adiantado, faltando alguns ajustes para encaminhá-lo para o Legislativo”, pondera.

Dependendo da tramitação do projeto de lei na ALE, o pagamento poderá ser feito no final deste ano ou no começo de 2017.

Para lembrar: o pagamento do rateio de 2015 saiu na primeira quinzena de janeiro deste ano.

 

COMENTÁRIOS
4

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. A ESPERA

    Edivaldo,você sabe algo sobre o andamento da abertura dos envelopes com propostas de lance para a compra das usinas do Grupo JL aqui de Minas Gerais?Estava marcada para o dia 15/12,será que ainda vai acontecer?

  2. Henrique Silva

    Interessante a declaração do Secretário de Educação do Estado, não houve aumento de salários, o montante de repasse de recurso anual do governo Federal sempre é maior no ano posterior e só temos em torno de 25 a 35 milhões para ratear entre os professores. Mais uma importante reflexão sobre as contas do Estado, será que” isso” não é rateio de rateio???

    1. karla

      o problema henrique é que a secretária tá gastando quanto pode você acredita que a secretária tá premiando escolas municipais? dinheiro que seria pro rateio,poderia realmente ser maior mas ele não quer que a gente ganhe um extra a mais

Comments are closed.