Renan Filho deve trocar secretário a “pedido” do deputado Givaldo Carimbão
   19 de dezembro de 2016   │     22:12  │  0

A mudança no comando da Secretaria de Prevenção à Violência, dada hoje como certa, só dependeria agora de uma conversa entre Givaldo Carimbão e Renan Filho.

O governador e o deputado federal do PHS vão conversar nos próximos dias sobre a reforma administrativa e a péssima notícia para o atual secretário da Seprev é que Carimbão segue prestigiado no governo, mesmo depois de ter perdido as eleições em Delmiro Gouveia

Jardel Aderico, nomeado para o cargo por insistência de Carimbão, pelo que se sabe, teria traçado planos políticos diferentes do seu padrinho.

Amigos mais próximos do deputado apostam em três nomes que poderiam ocupar o lugar que hoje Jardel chama de seu: o vereador de Maceió, Zé Márcio (que termina o mandato em janeiro), Luciano Chagas ex-secretário de agricultura de Delmiro Gouveia e ex-superintendente da Codevasf em  Alagoas e o deputado estadual Carimbão Junior.

O detalhe é que uma eventual nomeação de “Carimbinho” poderia abrir vaga, numa combinação, para o Edvaldo Nascimento, 2º suplente de deputado, na Assembleia Legislativa  de Alagoas.

O governador Renan Filho ainda não começou a reforma administrativa, mas disse a um importante interlocutor, nesta segunda-feira, que vai decidir o destino da Seprev com o deputado: “Carimbão é da base do governo. Ainda não falei com ele sobre a secretaria, mas é natural que converse com ele sobre isso”.

Destino

Arranhado politicamente depois de perder as eleições em Delmiro Gouveia, Carimbão trabalha para reconstruir suas bases e traça estratégias para garantir a sua reeleição e a de seu filho, o deputado estadual Carimbão Jr. A tarefa não é das mais fáceis e passa, hoje, por mudanças na Seprev.