Mesa diretora da Assembleia Legislativa pose ser reeleita com 17 votos 
   24 de dezembro de 2016   │     17:20  │  5

 

O presidente da Assembleia Legislativa, Luiz Dantas (PMDB), deve retornar ao comando da Casa nesta segunda-feira, após passar a semana em São Paulo onde foi fazer revisão de uma cirurgia.

Com a volta de LD, as articulações em torno da eleição da mesa diretora da Assembleia Legislativa de Alagoas serão retomadas.

O nome de Luiz Dantas vem se fortalecendo à medida que se aproxima a eleição – que será realizada em 1º de fevereiro.

O atual presidente deve ser candidato único ao cargo. A “briga” deve ficar mesmo em torno de outros cargos. Isso porque o grupo que está hoje na mesa trabalha pela reeleição de todos os cargos.

Um bloco formado por dez deputados, que reúne parlamentares de oposição e alguns insatisfeitos da base do governo, tenta ocupar espaço em  funções estratégicas, como a vice-presidência e a segunda secretaria.

Pelos cálculos de um experiente deputado, o bloco que está na mesa teria, hoje, de 15 a 17 votos – contando com a adesão de dois deputados que  estariam indecisos.

A “oposição” teria hoje 10 votos. Entre os nomes que querem espaço na mesa estão parlamentares conhecidos, como Antônio Albuquerque (PTB) e Marcelo Victor (PSD). Se forem para a disputa, devem contar com o apoio de deputados como Bruno Toledo (PROS), Gilvan Barros (PSDB), Galba Novais (PMDB), Dudu Holanda (PSD), Davi Davino (PMDB), Sérgio Toledo (PSC), Ricardo Nezinho (PMDB) e Marquinhos Madeira (PMDB).

O partido do governador Renan Filho, com maior, daria na situação atual – com pelo menos 4 dos seus 11 deputado – o maior número de votos para o grupo que hoje alimenta a disputa  contra a mesa diretora.

 

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. JOSÉ

    SE A POLICIA FEDERAL FISCALIZAR OS GOVERNOS ANTERIORES A LULA VAI DESCOBRIR QUE A ROUBALHEIRA VEM DE MUITOS ANOS ATRÁS.

    SE PRENUNCIA QUE O ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NO BRASIL É MUITO ANTIGO, FAZ PARTE DE UMA CULTURA DE TUDO PELO PODER, MESMO PELO CAMINHO DO ROUBO EM TUDO QUE É POSSIVEL.

    POLITÍCOS, EMPRESÁRIOS LADRÕES, TODOS ESTÃO PODRES, COM DOENÇAS DAS MAIS DIVERSAS, ORIUNDAS DA PRÓPRIA NATUREZA ORGANICA QUE SE AGRAVA COM O DECORRER DO TEMPO E DA IDADE.

    E POR SEREM CRIMINOSOS. NOCIVOS A SOCIEDADE ESSES MALES SE MANIFESTAM DE FORMA MAIS INTEMPESTIVA.

    Reply
  2. JOSÉ

    AVISO AO GOVERNADOR RENAN FILHO>

    Quem passa na Av. Rotary no Farol se DEPARA com um fato inusitado, UM VERDADEIRO CIMETÉRIO DE VANS DO ESTADO QUE SERVIAM PARA FAZER OS CHAMADOS DE EMERGENCIA DA SAÚDE.

    Reply
  3. JOSÉ

    A MAIORIA DA POPULAÇÃO DE ALAGOAS, repudia a presença desse senhor Presidente Michel tEMER em Alagoas, para liberar recursos para o Nordeste não precisa gastar dinheiro público para fazer esta viagem.

    Reply
  4. JOSÉ

    QUAL A CREDIBILIDADE DO PRESIDENTE TEMER COM A POPULAÇÃO DIANTE DO NIVEL DE SAFADEZA DE VÁRIOS DE SEUS MINISTROS ACUSADOS NA LAVA JATO, ALÉM DOS POLITICOS QUE SE DIZEM ALIADOS DO GOVERNO.

    CADEIA PARA ESSAS FIGURAS É MUITO POUCO.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *