Governo RF nega racha da base de apoio na Assembleia Legislativa
   5 de fevereiro de 2017   │     1:24  │  0

O desfecho quase trágico da eleição da nova mesa diretora da Assembleia Legislativa de Alagoas não vai mudar a correlação de forças entre Legislativo e Executivo.

Essa é a versão oficial – não é, no entanto, o que se ouve nos “bastidores”.

O racha da bancada do governo – incluindo o PMDB – não existe, avalia o secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias: “a base aliada do governo continua unificada e alinhada. O que houve foi divisão em torno da eleição da mesa diretora. O governo não interfere no funcionamento interno do legislativo. A relação é republicana”.

Para Fábio, a relação do governo com o Legislativo será mantida dentro da normalidade: “o governo tem a maioria e acredito que vamos continua aprovando as matérias de interesse do Estado sem maiores dificuldades”, pondera.

Seja como for, Fábio Farias terá mais trabalho para fazer a articulação política com a ALE. Não só ele. O governador Renan Filho também deverá abrir mais espaço na sua agenda para falar com os deputados estaduais.

Não basta, agora, só ter habilidade, trânsito e disposição para trabalhar. Com o clima pra lá de tenso, o governo vai precisar escolher um novo líder na ALE (Ronaldo Medeiros deve deixar a função) que tenha disposição para confrontos mais duros no Legislativo, que podem descambar até para questões pessoais.