Em 4 anos, tarifa de ônibus de Maceió sobe mais de 52%
   23 de fevereiro de 2017   │     16:55  │  0

Desde que o prefeito Rui Palmeira assumiu a prefeitura de Maceió, em janeiro de 2013, a tarifa de ônibus urbanos da capital já sofreu três reajustes, saltando de R$ 2,30 para o atual valor de R$ 3,15. Nesta quinta-feira, o Conselho Municipal de Trânsito (veja aqui reportagem do Gazetaweb:http://gazetaweb.globo.com/portal/noticia.php?c=28143) decidiu que a passagem de ônibus deve subir para R$ 3,50 em Maceió.

O reajuste em relação ao preço atual (R$ 3,15), de 11,11%, só depende, agora, da sanção do prefeito Rui Palmeira. Se ele mantiver o preço aprovado pelo Conselho o reajuste vai ficar mais uma vez acima da inflação – bem acima, aliás.

Em 2013 a tarifa era R$ 2,30. Desde então, aumentou para R$ 2,50 em 2014, para R$ 2,75 em 2015, para R$ 3,15 em 2016 e pode aumentar agora para R$ 3,50.

Os aumentos acumulados chegam 52,17% no período. Considerando apenas a soma dos percentuais de inflação (IPCA) do período (veja tabela) os reajustes chegam a 44,25%, bem acima do IPCA registrado nos quatro anos, que somados, chegam a 29,28%.

Confirmado o aumento pelo prefeito, na prática a tarifa de ônibus de Maceió terá aumentado 51,1% acima da inflação.

Justificativa

Para conseguir aumentos acima da inflação as empresas o representante da Transpal, Enildo Arruda, explicou que a foi apresentada proposta de R$ 3,74: “Pelos nossos cálculos, R$ 3,50 não é suficiente, porque a demanda caiu demais devido ao transporte clandestino. A não ser que sejam feitas ações para recuperar a demanda”, avalia.

Ou seja, a solução para a passagem mais cara ou mais barata, está nas mãos do prefeito, que pode apertar a fiscalização e segurar o novo aumento. Mas, essa é outra história.

tarifas de ônibus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *