Maurício Quintella deixa porta aberta para aliança com RF
   27 de fevereiro de 2017   │     22:07  │  2

O ministro dos Transportes só vai cuidar na política eleitoral a partir do ano que vem. Até lá, Maurício Quintella pretende se manter focado no Ministério, aproveitando o tempo que tem (até o final de março de 2018) para realizar o máximo de obras possível – especialmente em Alagoas. Isso não quer dizer que o ministro não vai cuidar da política. Cada coisa na sua hora, explica um dos seus mais próximos assessores.

Como estratégia, as “portas” ficarão abertas para todas as possibilidades. A prioridade, é bom que se diga, é a permanência no grupo de Rui Palmeira. Mas a migração para uma eventual aliança com Renan Filho não está descartada. O único impedimento hoje para um entendimento entre o ministro e o governador seria uma eventual candidatura de Rui Palmeira ao governo  do Estado – possibilidade que tem se tornado cada vez mais remota.

Segundo assessores e amigos mais próximos, dependendo do quadro, mais a frente, o ministro pode até avaliar se pode concorrer ao Senado, mas desde já Maurício Quintella trabalha pela sua reeleição para a Câmara Federal.

Diferente do outro ministro de Alagoas – do deputado federal Marx Beltrão (PMDB), que está no Turismo e é candidato declarado ao Senado – Quintella não descarta outro projeto, mas ele próprio tem dito que é candidato à reeleição. E é nesse sentido que tem conversado com seus aliados.

No processo, Maurício Quintella que também é presidente do PR em Alagoas deve fortalecer a base de seu partido com o lançamento de uma chapa de deputado estadual.

Institucional

O assessor direto de Maurício Quintella avisa que ele vai seguir no grupo de Rui Palmeira, mas mantendo o diálogo institucional e pessoal com governador Renan Filho: “a relação dele com o governador é excelente. Se o Rui Palmeira não for candidato ao governo, os dois podem até subir no mesmo palanque”, pondera.

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Mota

    Quando alguém é investido em cargo de comissão, representa, enquanto estiver no cargo, o politico que naquele momento o indicou para o cargo. O ministro Maurício Quintella precisa conversar com os seus comissionados em Alagoas, principalmente os seus aliados que estão nomeados na Prefeitura de Maceió. É bom lembrar aos aliados nomeados em cargos de comissão, que jamais adquirirão estabilidade pelo exercício daquele cargo. Alguns (não são todos) dos indicados pelo ministro, se acham o dono do mundo, trabalham quando querem e, tenho certeza, agem contrários às ordens do ministro Maurício Quintella.

    Reply
  2. Tony

    Apoiar Renan Filho e Renan Calheiros na próxima eleição já é uma decisão tomada por Maurício Quintela e seus aliados do PR. Só quem são sabe ainda é o prefeito Rui Palmeira.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *