Marx Beltrão nega saída do PMDB e mantém candidatura ao Senado, avisa assessoria
   3 de março de 2017   │     0:11  │  0

O ministro do Turismo pode até sair do PMDB. Mas se fizer isso não será agora. Depois de informações espalhadas pelos corredores da política alagoana, reproduzidas em alguns sites locais, a assessoria de Marx Beltrão se apressou em negar que ele esteja pensando em mudar de partido.

Não tem nada oficial e não tem nada decidido. Na verdade, o ministro ainda não definiu. Devemos esperar as convenções do próximo ano. Não seria correto confirmar uma mudança de legenda ou uma possível candidatura ao Senado Federal faltando quase dois anos para as eleições”, declarou a assessoria.

Deixar ou não o PMDB, é bom que se diga, não é de fato uma opção para hoje. Como deputado federal Marx Beltrão terá a opção de mudar de partido em março do próximo ano, quando será aberta a janela da “infidelidade partidária”.

A troca de partido, apesar disso, deve sim ser analisada pelo ministro. Até porque ele se mantém firme no seu desejo de sair candidato ao Senado em 2018. Se continuar no PMDB correrá o risco de ficar sem “legenda” para disputar o mandato. Até porque será difícil para o seu partido viabilizar uma chapa puro sangue com dois candidatos ao Senado e um candidato ao governador.

O senador Renan Calheiros, candidato natural a reeleição, terá a preferência na formação da chapa majoritária. Para conseguir viabilizar a candidatura, o caminho natural de Marx Beltrão, mais à frente, será a troca de partido. Mas ele não fará nada – como costuma repetir – sem combinar com Renan Calheiros.

Marx Beltrão – que ninguém se engane – tem compromisso com Renan e desde já avisa que é candidato ao Senado e que seu outro voto será pela reeleição do senador do PMDB. A conferir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *