Por liminar, governo consegue garantir construção de hospital em Maceió
   8 de março de 2017   │     18:16  │  0

Renan Filho tem pressa. O governador quer transformar 2017 no ano das grandes obras, das grandes realizações do seu governo. Não é para menos. Sua gestão já passou da primeira metade. Se não realizar agora, terá dificuldades para mostrar “serviço” no próximo ano, quando deve disputar a reeleição.

Por essas e outras razões, o governador vibrou – literalmente – com liminar do Desembargador Otávio Leão Praxedes, Presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, que manteve a licitação do Hospital Metropolitano da Mulher e da Família.

A obra, que deve ser realizada no Tabuleiro dos Martins, em Maceió, próximo ao Shopping Pátio, é a maior realizada no setor de saúde pública de Alagoas em décadas.

Maceió passou muitos anos, vários governos, sem nenhum novo investimento na Saúde, seja da prefeitura ou do Estado. Esse é um grande investimento, que vai melhorar o atendimento para quem mora na grande Maceió, especialmente na parte alta da cidade”, aponta Renan Filho.

O governador adianta que deve dar a ordem de serviço na construção do hospital ainda em março.O valor orçado da obra é R$ 90.390.842,08 e o valor licitado foi de R$ 67 milhões. O hospital terá capacidade para 180 leitos e o , prazo de conclusão da obra 20 meses.
O secretário de Saúde do estado, Christian Teixeira, explica que “quem cassou a limitar a liminar foi o Desembargador Presidente do TJ, Otavio Leão Praxedes, acolhendo os argumentos do Estado que a empresa que teria impugnado a licitação não ter apresentado documentos exigido no edital”.

De acordo com Christian, o “o valor apresentado pela construtora vencedora do certame licitatório apresentou valor inferior ao previsto, sendo assim o governo RF demonstra sua responsabilidade com o dinheiro público, bem como a criatividade em fazer mais com menos, com isso os valores economizados serão utilizados em outros investimentos na saúde pública de Alagoas”.

Veja trecho da decisão:

licitacao