Marx Beltrão: “serei candidato ao Senado, de preferência pelo PMDB”
   10 de março de 2017   │     8:13  │  1

Desde que foi eleito deputado federal, em 2014, a conversa de Marx Beltrão é a mesma: “pretendo disputar o Senado nas próximas eleições”. Diga-se que ele nunca fez segredo disso. Quando Michel Temer veio a Maceió, ainda como vice-presidente, em março do ano passado, para uma reunião do PMDB, novamente ele deu recado: “pretendo disputar o Senado”.

Marx Beltrão, mesmo tendo assumido o controle político de outras legendas (PSD e PRB, entre outras), nunca deu sinais de que sairia do partido.

E continua, apesar das especulações na mídia local, a mesma cantilena: “pretendo disputar o Senado e de preferência pelo PMDB”.

A declaração do ministro do Turismo, foi dada nessa quinta-feira, 9, por telefone e será repetida na próxima segunda-feira, quando ele participa de encontro na Associação dos Municípios Alagoanos.

A relação com o governador Renan Filho e com o senador Renan Calheiros, aponta Marx Beltrão, é a melhor possível: “estamos no mesmo time”, resume.

O ministro não vê dificuldades em disputar o Senado numa chapa “puro-sangue” com os dois Renans trabalhando pela reeleição. Melhor para ele. O partido já garantiu legenda e apoio – desde já.

Novo comando

Maykon Beltrão, irmão de Marx Beltrão e ex-prefeito de Feliz Deserto assumiu a presidência do PSD em Alagoas. O anuncio foi feito pelas redes sociais pelo próprio Maykon. “Encerrando a segunda-feira de trabalho na sede do Partido Social Democrático (PSD), no qual sou presidente da sigla estadual. Numa reunião com o presidente do diretório do PSD Maceió, César Lira, debatemos sobre a eleição de 2018. O partido está empenhado em busca de novos filiados, e na formação de nomes na capital alagoana, para concorrer aos cargos eletivos no próximo ano. Vamos à luta!”,

Mapa do Turismo

O ministro do Turismo participa na próxima segunda-feira de reunião na AMA. Marx Beltrão adianta que vai apresentar os programas e ações voltados para os municípios e tratar sobre a inclusão das cidades no “Mapa do Turismo Brasileiro”.

Só para lembrar, o MTur só libera recursos – afora as emendas parlamentares – para cidades que estão cadastradas no mapa do turismo.

Em Alagoas, apenas 28 dos 102 municípios estão no mapa do turismo. Mas o ministro lembra que baixou portaria permitindo que o Estado faça a atualização do cadastro até o meio deste ano: “quem faz a inclusão do município no mapa é o Estado. Tenho certeza que o governador Renan Filho e sua equipe dará prioridade a esta questão”, aponta.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.